CONTINUE EM OLIBERAL.COM
X

Paulo Rocha: reestruturação da Sudam é essencial ao desenvolvimento da Amazônia

Superintendente da Sudam participou de audiência pública, nesta terça-feira (9), no Senado Federal

O Liberal
fonte

Atendendo convocação da Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo do Senado Federal (CDR/SF), o superintendente da Sudam, Paulo Rocha, acompanhado de diretores da autarquia, participou de audiência pública nesta terça-feira (9), no SF, em Brasília, cuja pauta versou sobre a necessidade da reestruturação da Sudam. Presidida pelo senador Sérgio Petecão, a audiência contou com a participação do ministro Waldez Góes, do Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional (MIDR) e de deputados e senadores de parte dos estados da área de atuação da Sudam.

VEJA MAIS

image Comissão adia votação de projeto que regulamenta cigarros eletrônicos
Matéria poderá ser votada dia 20 de agosto no Senado

image Câmara aprova projeto para agressores sexuais pagarem indenização às vítimas
Agora o texto segue para aprovação no Senado Federal.

Paulo Rocha falou do trabalho que vem desenvolvendo na Sudam nos últimos 12 meses, na busca de condições para a necessária recuperação da função da Sudam para a Amazônia, sobretudo aos que foram prejudicados pelo equivocado modelo de desenvolvimento imposto à região. “As superintendências foram criadas para tirar desigualdades existentes no país. Porém a visão de desenvolvimento imposta levou as diferenças para dentro das regiões."

Por outro lado, o trabalho da Sudam vem sendo feito. Rocha falou sobre pesquisas desenvolvidas pela Embrapa de modificação genética da castanha e do açaí, bem como do trabalho da UFPA na transformação da casca do cacau em ração animal mais eficaz que o capim para lactação de vacas. Explicou ainda sobre o trabalho na construção do Plano Integrado de Desenvolvimento do Marajó, feito com a participação de movimentos sociais, poder público e instituições de ensino e pesquisa. Faz parte da reestruturação da Sudam o resgate dos escritórios estaduais da autarquia em cada estado da Amazônia Legal. “Vimos aqui também para reivindicar dos parlamentares apoio estrutural para a reestruturação da Sudam”, avisou.

O diretor de Gestão de Fundos, de Incentivos e de Atração de Investimentos (DGFAI) da Sudam, Jorge Frota, em uma breve prestação de contas, informou que nos seis últimos meses do ano passado, o volume de incentivos fiscais mais do que dobrou. “Nos últimos quatro anos, o FDA (Fundo de Desenvolvimento da Amazônia) investiu cerca de 4 bilhões em projetos na Amazônia, a maioria em geração de energia, que geraram cerca de três mil empregos diretos e indiretos”.

O volume em cartas-consultas, neste ano, em análise pela equipe da DGFAI chega a um montante de R$ 7 bilhões. “Essa procura mostra a retomada da confiança no trabalho da Sudam”, conclui Frota, além da execução de aproximadamente R$ 500 milhões em convênios, todos nos estados da Amazônia Legal. “Para realizar esse salto, o MIDR quase que triplicou os aportes na Sudam”, agradeceu.

O ministro falou da importância dos parlamentares votarem os projetos de lei relativos aos planos regionais de desenvolvimento da Amazônia, do Nordeste e do Centro-oeste. Ressaltou ainda o comprometimento do governo Lula com a retomada do planejamento do desenvolvimento e do desafio da industrialização da Amazônia.

Senadores e deputados federais que participaram se comprometeram em carrear emendas parlamentares ao orçamento da União a que têm direito para serem executadas pela Sudam. Além de Jorge Frota, prestigiaram a audiência pública a diretora Aline Rossy (Administração) e Aharon Alcolumbre (Promoção do Desenvolvimento Sustentável), além do chefe do Escritório da Sudam, em Brasília, Sibá Machado.

Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp e Telegram 📱
Política
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA