Pai e filho são eleitos prefeitos de municípios no Marajó

Bagre será comandada pelo estreante Clebinho. O pai dele, Cleber Edson, estará à frente de Curralinho

Redação Integrada

As eleições 2020 no arquipélago do Marajó foram marcadas pela consolidação de lideranças políticas da região, rejeição nas urnas de metade dos prefeitos que tentavam se manter no poder e até a escolha de pai e filho para administrarem dois municípios diferentes. Ao todo, 12 gestores tentavam a reeleição, mas apenas seis saíram vitoriosos após a votação de domingo (15): Mazinho Salomão, em Afuá; Bambueta, em Cachoeira do Araújo; João Batista, em Gurupá; Tica Viegas, em Melgaço; Biri Magalhães, em Muaná e Guto Gouveia, em Soure.

Nos municípios de Anajás, Breves, Curralinho, Ponta de Pedras, Portel e São Sebastião da Boa Vista, a população não quis a permanência do gestor municipal na Prefeitura.

Na maioria das cidades, a disputa foi bem apertada, especialmente em Portel, onde a diferença de votos do primeiro para o segundo colocado foi de apenas 128. A diferença mais larga foi em Melgaço, onde o prefeito eleito teve mais do que o dobro de votos do segundo colocado.

A disputada eleitoral no Marajó também foi marcada pela vitória de pai e filho, que se tornarão prefeitos de dois municípios do arquipélago no próximo ano. Bagre será comandada pelo estreante Clebinho. O pai dele, Cleber Edson, que já havia concorrido a prefeito em 2016 e chegou a obter uma suplência como deputado estadual, nas eleições de 2010, estará à frente de Curralinho.

Houve ainda o retorno de conhecidas lideranças políticas ao comando de algumas cidades. Consuelo Castro, por exemplo, retorna à Prefeitura de Ponta de Pedras, enquanto Xarão Leão pode voltar a assumir a de Breves. Ele foi o mais votado, mas o registro da chapa está sub judice por indeferimento no registro do candidato a vice.

A Associação dos Municípios do Marajó (Amam) informou que deverá realizar eleições em janeiro para eleger a nova diretoria que irá administrar o projeto Abrace o Marajó, em parceria com o Governo Federal, para desenvolver a socioeconomia da região.

Veja como foi o resultado das eleições no Marajó:

Prefeitos Reeleitos

Afuá: Mazinho Salomão (PSD)

Cachoeira do Arari: Bambueta (MDB)

Gurupá: Joãozinho Batista (MDB)

Melgaço: Tica Viegas (PSDB)

Muaná: Biri Magalhães (PSC)

Soure: Guto Gouveia (PL)

 

Demais prefeitos eleitos do arquipélago

Anajás – Boró (PSDB):

Bagre – Clebinho (PSD): 5.650 votos (47,38%)

Chaves – Pastor Zequinha (PTB): 2.969 votos (28,31%)

Curralinho – Cleber Edson (PSD)

Ponta de Pedras – Consuelo Castro (PSD)

Portel – Paulo Ferreira (MDB)

Salvaterra – Seu Carlos (PODE): 6.764 votos (45,30%)

Santa Cruz do Arari – Nicolau Pamplona (MDB): 1.962 votos (36,87%)

São Sebastião da Boa Vista – Getúlio Brabo (PL)

 

Registro sub judice

Breves – Xarão Leão (MDB): 19.220 votos (36,89%). O vice teve registro indeferido porque caiu na “Lei da Ficha Limpa”.

Política
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA