Lula afirma na Argentina que Brasil vivia de costas para a América do Sul

No encontro com Alberto Fernández, presidente brasileiro diz que, além de estreitar a relação econômica com a Argentina, é preciso se aproximar cultural e tecnologicamente

O Liberal
fonte

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, em sua primeira viagem internacional na nova gestão, disse, nesta segunda-feira (23), que o Brasil deve construir laços culturais, científicos e comerciais com os países da América do Sul, especialmente com a Argentina. As informações são da Agência Estado.

VEJA MAIS

image Moeda do Mercosul: entenda a proposta discutida por Brasil e Argentina
Viagem do presidente Lula ao país vizinho colocou a discussão em pauta

image Lula cumpre agenda na Argentina nesta segunda; assista
O presidente participou de oferenda de flores na Plaza San Martín, e agora se reúne na Casa Rosada com o presidente da Argentina, Alberto Fernández

image Brasil deve financiar exportação para Argentina, mas pede garantias
Anúncio deve ser feito nesta segunda durante a viagem do presidente Lula a Buenos Aires

Segundo Lula, o Brasil estava de costas para América do Sul e de frente para Europa. "Vamos reconstruir a relação produtiva de dois países que nasceram para crescer", disse o presidente brasileiro.

"Hoje não é dia de falar do acordo do protocolo que meus ministros assinaram aqui e do acordo que presidente [Alberto] Fernández e eu assinamos. Certamente vocês terão acesso a todos os documentos que foram assinados", afirmou Lula. "Hoje estou aqui para dizer ao presidente da Argentina, para dizer aos ministros argentinos e à imprensa argentina e à imprensa brasileira que hoje é a retomada de uma relação que nunca deveria ter sido truncada", acrescentou.

Relação deve incluir cooperação entre universidades

O presidente do Brasil afirmou que os empresários brasileiros já entenderam a importância de uma relação comercial mais estreita com a Argentina. Mas, segundo Lula, a relação tem que ser ampliada. "As nossas universidades precisam estar mais próximas, porque uma boa relação não é apenas uma relação comercial, é também relação científica, tecnológica, cultural e sobretudo política", disse o presidente brasileiro.

E seguiu: "Quero dizer para vocês, com muito orgulho, que estou de volta para fazer bons acordos com a Argentina. Para compartilhar da construção daquilo que falta ser construído, para ajudar que Argentina e Brasil possam crescer economicamente. Quero garantir que nosso povo possa comer pelo menos três vezes ao dia. Quero garantir que nosso povo possa estudar, trabalhar e ter acesso à cultura."

Assista ao discurso dos presidentes do Brasil e Argentina

Política
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA