Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Éder Mauro protocola notícia-crime contra Lula

O parlamentar aponta o envolvimento ex-presidente com o esquema ilegal comandado por Hugo Chaves e Nicolás Maduro

Sérgio Chêne

O deputado federal Delegado Éder Mauro (PSD/PA) protocolou nesta quarta-feira, 27, uma notícia-crime na Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o ex-presidente, Luiz Inácio Lula da Silva, pelo envolvimento no esquema de financiamento ilegal dos partidos de esquerda na América Latina nos governos de Hugo Chávez e de Nicolás Maduro, denunciado na reportagem da TV Record, no último dia 25. No mesmo dia do protocolo, o ex-presidente Lula comemora 76 anos.
“Protocolei uma notícia crime na PGR solicitando que seja aberta imediatamente uma investigação dos fatos expostos pela TV Record, que denunciou o esquema milionário, comandado pelo narcotráfico, que financia há muito tempo políticos esquerdistas na América Latina. Adivinha quem está entre eles? O maior corrupto que o Brasil já viu, Luiz Inácio Lula da Silva. Isso não ficará impune!”, denunciou Éder Mauro, que apresentou a denúncia na sua conta do Instagram.
De acordo com a reportagem, o ex-chefe do Serviço Secreto da Venezuela, general Hugo Carvajal, enviou uma carta ao juiz espanhol Manuel García-Castellón em que relata detalhes de um esquema de financiamento de partidos de esquerda na América Latina e na Europa pelos governos de Hugo Chávez e de Nicolás Maduro, entre os beneficiários, estão a atual vice-presidente da Argentina Cristina Kirchner e o ex-presidente Lula.

Revista Oeste
A notícia-crime formalizada pelo parlamentar e delegado de carreira Éder Mauro é o que muitos veículos e canais de comunicação já têm abordados, como a revista digital e impressa Oeste, que publicou no dia 10 de outubro, sob a assinatura do jornalista Artur Piva, matéria intitulada “Jornalista acusa partidos de esquerda de ligação com o narcotráfico”. A jornalista em questão é espanhola Cristina Seguí.
De acordo com o texto, partidos de esquerda da Europa e da América Latina foram financiados com dinheiro do narcotráfico. A conclusão é de Cristina Seguí e veio depois de se debruçar sobre o caso envolvendo a prisão de Hugo Carvajal, na Espanha, ex-chefe de Inteligência da ditadura socialista da Venezuela. Detido no mês passado, o aliado de Nicolás Maduro estava foragido desde 2019, além de figurar na lista dos mais procurados pelos Estados Unidos por tráfico de drogas e lavagem de dinheiro.
Cristina Seguí acusa o Centro Nacional de Inteligência (CNI) da Espanha de acobertar o paradeiro de Carvajal. Segundo as investigações da jornalista, o órgão é controlado por partidos de esquerda que teriam recebido financiamento do narcotráfico latino-americano. O CNI está vinculado ao Ministério da Defesa daquele país. O primeiro-ministro da Espanha, Pedro Sánchez, faz parte do Partido Socialista Operário Espanhol.
De acordo com Cristina, a fuga de Cavajal contou com a ajuda de brasileiros. Entre eles, “políticos lulistas e personalidades do PT” que viabilizaram um jatinho particular e cirurgias plásticas para auxiliar o fugitivo. Ela afirma que regimes e partidos políticos de esquerda estão ligados ao crime organizado através do Foro de São Paulo, uma instituição fundada na década de 1990 pelo ditador cubano Fidel Castro e pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
“O Foro de São Paulo e todos que estão ao redor do Foro de São Paulo e que se opõem à ideia de liberdade e prosperidade das pessoas vivem da criminalidade, do tráfico de armas, do tráfico de drogas e do tráfico de humanos”, alertou, em entrevista exibida no dia 9 de outubro pelo Jornal da Record.
Um Centro de Estudos Políticos e Sociais (Ceps) teria sido criado em Valência, na Espanha, para receber e repassar o dinheiro do tráfico oriundo de países comunistas. “Em teoria, o Ceps faturava trabalhos de investigação e de assessoria para esses regimes. Esse dinheiro também foi faturado por Dilma Rousseff e Lula”, disse Cristina.
Foro de São Paulo
Com 123 partidos distribuídos em 27 países, figuram entre os membros no site do Foro de São Paulo cinco legendas brasileiras: Partido dos Trabalhadores (PT), Partido Popular Socialista (atual Cidadania), Partido Comunista Brasileiro (PCB), Partido Comunista do Brasil (PCdoB) e o Partido Democrático Trabalhista (PDT).
O primeiro encontro do órgão ocorreu em julho de 1990, na cidade de São Paulo. Na ocasião, 48 partidos de esquerda latino-americanos se reuniram, respondendo a uma convocação feita pelo ditador Cubano Fidel Castro e pelo ex-presidente Lula.
Procurada, a assessoria de imprensa do Instituto Lula emitiu uma nota. 
“O ex-presidente Lula foi investigado por anos, teve todos os seus sigilos quebrados e analisados por investigadores, e nenhum recurso irregular foi encontrada em suas contas, o que inclui esse tipo de acusação mentirosa sem base alguma. O ex-presidente Lula venceu na justiça todas as falsas acusações feitas contra ele, não tem nenhuma condenação e plenos direitos políticos”.

Política
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA