Candidato à Prefeitura de Belém, delegado Eguchi quer rever todos os contratos do Município

A entrevista foi transmitida pelo portal OLiberal.com, Facebook, YouTube e Instagram

Abilio Dantas

O Grupo Liberal iniciou hoje, às 18h, a série de entrevistas com os 12 candidatos à Prefeitura de Belém. O primeiro entrevistado foi o candidato Everaldo Eguchi, do Patriota, que tratou de suas propostas durante duas horas em transmissão ao vivo, feita pelo portal O Liberal.com, Facebook, YouTube e Instagram do Grupo Liberal, além da Rádio Liberal FM. O delegado da Polícia Federal (PF), licenciado da instituição desde junho, afirmou que o combate à corrupção e a informatização dos serviços públicos são os dois principais pilares de sua candidatura.

Assista abaixo à entrevista completa do candidato:

Apoiador do governo do presidente Bolsonaro, Delegado Eguchi argumenta que a experiência em cargos do Executivo não é prerrogativa fundamental para que um candidato possa fazer um bom governo como Prefeito de Belém. “A experiência que tanto nos cobram, acredito que não é tão benéfica, basta ver que todos que ocuparam a cadeira (de Prefeito) nos últimos anos não resolveram os problemas da cidade. O mais importante é ter ética, competência e caráter. Como o presidente Bolsonaro, vamos montar uma equipe ‘ficha limpa’, com base em análise curricular”, destacou.

Delegado Eguchi

Caso eleito, o candidato anuncia que fará a revisão de todos os contratos da Prefeitura de Belém e acredita, com base em sua experiência como delegado da PF, que “20% (dos contratos) serão desfeitos, por motivo de corrupção”. “É impressionante o quanto é perdido de dinheiro, que deveria ir para serviços como saúde e educação, no ralo da corrupção. É uma questão de transparência e gestão. Belém vai ter gestão a partir de 2021”, afirmou.

Política
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA