Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Trinta toneladas de polpa de açaí são apreendidas por falta de nota fiscal no Pará

Carga irregular foi flagrada no posto de fiscalização agropecuária Itinga na divisa com o estado do Maranhão

O Liberal

A carga com 30 toneladas de polpa de açaí, sem nota fiscal e registro do produto, foi apreendida no sábado (23), por agentes fiscais da Agência de Defesa Agropecuária do Pará (Adepará), no Posto de Fiscalização Agropecuária Itinga, na divisa com o estado do Maranhão.

A carga vinda do estado do Amapá e foi avaliada pelos fiscais. Comprovada a falta de documentação obrigatória, "os agentes elaboraram o termo de fiscalização e deram retorno à sua origem. As fiscalizações fixas e móveis são de extrema importância para manter a regularização sanitária e a rastreabilidade dos produtos que transitam no território paraense", afirmou o diretor geral da Adepará, o médico veterinário Jamir Maceda Adepará.

Segundo a Agência, o objetivo dessa e de outras ações de fiscalização é garantir ao consumidor a oferta de produtos, de origem vegetal e animal, com qualidade e sem risco à saúde pública.

Jamir Macedo informou ainda que a Agência sempre orienta o consumidor a procurar saber sobre a origem do produto, para se certificar se ele foi produzido, transportado e acondicionado de acordo com as normas sanitárias, "pois essas condições influenciam diretamente na qualidade do produto final. E, o que garante todo esse processo, desde a origem até a compra do produto, é justamente a certificação conferida pelos selos dos órgãos competentes”, disse Jamir Macedo.

Segundo ainda a Agência, para ter garantia de que um produto foi fabricado em um estabelecimento registrado e em boas condições de higiene e conservação, o consumidor deve conferir os selos de inspeção impressos no rótulo das embalagens, como os selos do Serviço de Inspeção Municipal (SIM), Serviço de Inspeção Estadual (SIE) da Adepará, Produto Artesanal da Adepará, Serviço de Inspeção Federal (SIF) e Sistema Brasileiro de Inspeção (SISBI).

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA