Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Quatro pessoas da mesma família e vizinha morrem em acidente em São Domingos do Araguaia

Polícia tenta encontrar caminhoneiro, que sobreviveu à colisão

Cinco pessoas morreram em um acidente grave na noite desta quinta-feira (08) em São Domingos do Araguaia, sudeste paraense. Quatro das vítimas da colisão entre dois carros de passeio era da mesma família, que estavam junto de uma vizinha, que estava de carona no carro modelo Fiat Uno e também morreu com a batida frontal com a caminhonete Ford modelo F-4000, na rodovia BR-153.

Ronemberg Lopes De Sousa, de 40 anos, era quem dirigia o carro com a família, levando a esposa, Gildeene Almeida Macedo de Sousa, de 35 anos, ao seu lado, na frente. Atrás, vinham a filha do casal, Rania Macedo de Sousa, de 11 Anos, e a mãe de Gildeene, Lourdes Batista de Almeida 57 Anos, além de Mariena de Souza Costa, de 43 anos, vizinha da família que, infelizmente, estava de carona no carro.

O acidente foi por volta das 19h, perto da Vila Metade, em São Domingos do Araguaia. Ainda não se sabe o que ocorreu para que uma colisão frontal tão violenta tenha acontecido, ainda mais porque o motorista da caminhonete não foi encontrado no local. O pequeno caminhão foi achado, destruído, na pista em que viajava, e o que sobrou do carro da família estava atravessado na mão contrária, o que pode indicar que o carro Uno causou o acidente.

Com a chegada do  5º Grupamento Bombeiro Militar de Marabá, foi feito o trabalho de desencarceramento nos corpos presos nas ferragens e Lourdes de Almeida foi socorrida ainda com vida, sendo levada para o Hospital Municipal de Marabá (HMM). Contudo, a mulher não resistiu e se tornou a quinta vítima a morreu no acidente. 

A Polícia Civil segue apurando o acidente e espera localizar o motorista da caminhonete para colher mais detalhes. Os corpos de todas as vítimas foram removidos pela Unidade Regional de Marabá do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA