CONTINUE EM OLIBERAL.COM
X
logo jornal amazonia

Pará registra redução na criminalidade no primeiro semestre de 2024

Os números apontam, ainda, junho como o melhor mês nos últimos 15 anos registrando uma redução consecutiva nos meses desde abril em números absolutos

O Liberal
fonte

O Pará registrou uma redução de 57,42% de Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLI), que englobam homicídio, latrocínio e lesão corporal seguida de morte, só nos primeiros seis meses deste ano. O levantamento é da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), por meio da Secretaria Adjunta de Inteligência e Análise Criminal (Siac), e foi divulgado na tarde desta segunda-feira (1º). De acordo com o documento, junho de 2024, foi também o melhor mês nos últimos 15 anos, apresentando uma queda de 22,03% em relação a junho de 2023. Os números significam a preservação de mais de 1.200 vidas, quando comparados com o primeiro semestre dos anos de 2018 e 2024.

VEJA MAIS 

image Pará registra queda de 39% nos casos de homicídios entre 2017 e 2022, aponta Atlas da Violência
Em 2017, a taxa de homicídios por 100 mil habitantes no Pará era de 54.7 e caiu para 32.9 em 2022, segundo o balanço

image Amazônia e Pará registram queda de mais de 60% no desmatamento nos dois últimos anos, diz MapBiomas
Também na Amazônia, houve redução de desmatamento em todos os estados, exceto no Amapá

image Pará registra redução de 10% nos casos de violência doméstica nos primeiros quatro meses de 2024
Os dados são da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup) e foram disponibilizados à redação integrada de O Liberal

Outro levantamento colocou abril deste ano como o melhor mês na linha histórica. Além disso, maio também apresentou o melhor mês, e agora, junho superou a redução em todos os meses desde o ano de 2010.

Para o secretário de Segurança Pública e Defesa Social, Ualame Machado, os números representam a força do trabalho realizado pelo Sistema de Segurança Pública do Estado, que por meio de estratégias assertivas, vem conquistando reduções significativas na criminalidade.

"Alcançamos uma redução histórica, onde o mês de junho apresentou o melhor mês, nos últimos 15 anos, e ainda, uma redução expressiva, nos últimos cinco anos, quando comparamos os seis primeiros meses do ano de 2024, assim como conseguimos redução também quando falamos do primeiro semestre do ano passado. Isso nos mostra que o trabalho integrado das forças de segurança, aliado a expressivos investimentos na segurança, seja nas tropas como em equipamentos de alta tecnologia, e também o auxílio das agências de inteligência, estamos conseguindo, não somente, a estabilidade dos números como a redução da criminalidade no nosso estado por anos consecutivos", destacou Ualame Machado.

Estatística

 De janeiro a junho, considerando o ano de 2018, foram registrados 2.151 casos de CVLIs no estado. Já no ano de 2024, foram computados 916 casos, o que representa a redução de 57,42% nos crimes, e ainda, a preservação de 1.235 vidas nesse período. Já no comparativo com o ano de 2023, considerando o mesmo período, foram registrados 1.033 casos do crime. Os números apontaram assim uma redução de 11,33% dos casos em todo Pará. 

Junho

Considerando o mês de junho de 2018, de 1º a 30, foram registrados 350 casos de CVLIs, enquanto que no mesmo período de 2024, foram computados 138 casos, aparecendo assim como o melhor número registrado em 15 anos, desde 2010. Já em junho de 2023, foram computados 177 casos, representando uma redução de 22,03% do crime em todo o estado. 

Investimento e Inovação

Em cinco anos o estado aumentou o investimento na área da segurança, com objetivo de garantir maior segurança aos paraenses, combatendo as ações criminosas e reduzindo, consideravelmente, os números da criminalidade em todo o estado. Além de investimento em novas viaturas, unidades policiais, batalhões de polícia militar, novos fardamentos, armamentos, o estado inovou ainda, na aquisição de equipamentos de alta tecnologia a exemplo dos 50 totens de segurança pública instalados para atender chamadas de urgência e emergência da população.

Os equipamentos estão distribuídos entre as cidades de Belém, Ananindeua, Altamira, Marabá e Santarém. A iniciativa faz parte do projeto "Cidades Inteligentes", e procura fortalecer a parceria com os municípios para potencializar as ações preventivas de segurança pública, com o uso intensivo de tecnologia, incluindo recursos de videomonitoramento e inteligência artificial.

Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp e Telegram 📱
Polícia
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA