Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Pará registra 26 ataques a agentes de segurança em 2022, aponta Polícia Civil

Desses, 19 casos já são dados como solucionados. Informações foram divulgadas após reunião da Comissão de Segurança Pública da Alepa

Saul Anjos / Especial para o O Liberal

O Pará registrou mais de 26 crimes contra agentes de segurança pública desde o início do ano. Desses, 19 casos já são dados como solucionados. A informação foi confirmada pelo delegado geral da Polícia Civil Walter Rezende durante reunião semipresencial na Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa). Participaram a Comissão de Segurança Pública e os dirigentes da Segurança Pública estadual. Com informações da Alepa.

Uma força tarefa foi criada nos órgãos de segurança após nove homicídios e cinco atentados contra agentes de segurança pública no Pará. 

Além de divulgar os dados, Walter ressaltou a importância da criação das ações contra esses crimes. “Com a ação imediata da força-tarefa, todos os casos estão sendo solucionados, e o mais importante é o trabalho preventivo feito pelas equipes de inteligência", disse o delegado geral da Polícia Civil. 

A deputada Cilene Couto, líder do governo na Alepa destacou que, mesmo durante a pandemia, o Pará obteve redução nos índices de criminalidade. “"É importante reconhecer todos os esforços na área da segurança pública no Pará. Pelo 4º ano consecutivo, somos um dos estados que mais reduziu esses índices de violência", reiterou. 

A redação integrada de O Liberal solicitou informações para a Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup) sobre mais atualizações sobre os dados e aguarda retorno.

 

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA