Operação investiga estelionato e falsificação de documentos em órgão de trânsito de Ourilândia do Norte

Ação foi realizada pela Divisão de Repressão à Corrupção e Desvio de Recursos Públicos, pertencente à Diretoria de Combate à Corrupção (DECOR)

A Polícia Civil do Pará deflagrou nesta quarta-feira (12) a primeira fase da "Operação Aurum", para cumprimento de mandados de busca e apreensão no Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran) de Ourilândia do Norte, sudeste paraense.  A Operação Aurum é decorrente da instauração do Inquérito Policial para apurar um suposto crime de estelionato e falsificação de documento público ocorrido no município, com a transferência fraudulenta de propriedade de veículos.

A ação foi realizada pela Divisão de Repressão à Corrupção e Desvio de Recursos Públicos, pertencente à Diretoria de Combate à Corrupção (DECOR). Na primeira fase, o objetivo é localizar e apreender os processos físicos de transferência de veículos, além de demais documentos para subsidiar a investigação policial. 

O Diretor Estadual de Combate à Corrupção, o delegado Herbert Renan Souza, informa que as documentações e objetos apreendidos do Ciretran em Ourilândia do Norte em uma residência particular ainda passarão por análise, para assim fortalecer com as investigações, que continuarão até que se chegue na autoria do fato.

“A DECOR, recentemente instalada nas dependências da Delegacia Geral, com essa ação e outras, dá uma resposta aos anseios da sociedade no sentido de fortalecer no combate a corrupção”, enfatiza o delegado Herbert Renan.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM POLÍCIA