Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Mulher morre ao tentar proteger o neto de uma execução

Atirador chegou em um carro e disparou contra o alvo, mas a avó acabou recebendo os disparos

O Liberal

Uma mulher identificada como Antônia de Sousa, de 59 anos, morreu ao tentar defender o neto, Ângelo Gabriel de Sousa, de um atentado no último fim de semana, em Marabá. O caso aconteceu na rua Pedro Marinho, bairro Amapá, no núcleo Cidade Nova. As informações são do Portal Carajás.

Vítima e alvo dos bandidos estavam em frente a residência da família em companhia de outras pessoas quando um veículo de cor branca se aproximou e, de dentro dele, um homem efetuou quatro disparos na direção do jovem. No reflexo de proteger o neto, Antônia se colocou à frente dele e acabou sendo alvejada na região do tórax e do abdômen. 

O rapaz tambem foi atingido na perna esquerda e os dois foram levados ao Hospital Regional de Marabá. Porém o quadro da mulher, considrado grave, não pode ser revertido e ela veio à óbito horas depois. Já o neto não corre risco de morte.

A Polícia Militar esteve no local do crime e colheu informações de testemunhas que afirmaram haver três pessoas dentro do veículo usado na ação criminosa, incluindo o atirador. Durante diligências feitas na área após o ocorrido, um homem em atitude suspeita chegou a ser detido, mas foi liberado em seguida por não ter sido reconhecido como o autor dos disparos.

A polícia civil abriu inquérito para investigar o assassinato de Antônia de Sousa e a tentativa de homicídio contra Ângelo.

Palavras-chave

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA