Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Mulher é agredida, roubada e tem a casa incendiada por ex-companheiro

O suspeito contou com a ajuda do irmão e de uma terceira pessoa

Tay Marquioro

A Guarda Municipal de Parauapebas, município do sudeste do Pará, por meio da sua Ronda Ostensiva Municipal (Romu) prendeu na última segunda-feira (18) os irmãos Francisco e José Antônio das Chagas. Os dois são suspeitos de incendiar a casa onde morava a ex-companheira de Francisco, na Avenida VS-10, durante a madrugada de segunda-feira (18).

VEJA MAIS

Homem põe fogo na própria casa com mulher e filhos dentro; ele foi agredido e amarrado por populares
Antes de causar o incêndio, ele ainda teria tentado agredir a ex-companheira, segundo vizinhos

Homem é preso por atear fogo na casa da ex no Pará
O atentado contra a residência ocorreu depois dos dois envolvidos discutirem em uma festa, no bairro Motocross, em Canaã dos Carajás

No Pará, idoso é preso por suspeita de agredir a ex-esposa e tentar atear fogo na casa
O caso aconteceu na noite desta terça-feira no município de Santarém

De acordo com a polícia, eles tiveram a ajuda de uma terceira pessoa, identificada como Lucicleide Rodrigues Silva, esposa de José Antônio. Algumas horas após atearem fogo no imóvel, os criminosos ainda voltaram ao local, proferiram ameaças, agrediram a vítima e furtaram o celular dela.

Não demorou muito para que os agentes da Romu recebessem a informação que os suspeitos estariam escondidos nas margens do Rio Parauapebas, onde a prisão foi efetuada. O trio foi apresentado na 20ª Seccional Urbana de Parauapebas, e deve ser indiciado pelos crimes de dano qualificado pelo uso de material inflamável.

Ao Correio de Carajás, Lucicleide Rodrigues afirmou que estava sendo traída pelo companheiro, com a vítima. Segundo ela, a vítima apareceu na casa dos dois para expor a situação e que a própria vítima é que teria ameaçado colocar fogo no local, por revolta. Ainda de acordo com Lucicleide, a vítima é sua prima.

Palavras-chave

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA