Homem é preso após matar colega de trabalho e arrastar corpo amarrado em moto

Ele ainda tentou alterar a cena do crime, e também foi autuado por isso

Redação Integrada

Nesta quarta-feira (29), policiais militares vinculados ao 15º Batalhão (BPM) prenderam Luciano Bazanella pelo homicídio de Cláudio José Schmitt em Itaituba, no sudoeste paraense. De acordo com a Polícia Civil, além de ter matado o colega de trabalho com golpes de faca, o homem ainda arrastou o cadáver da vítima pelas ruas, puxando o corpo com uma corda presa à uma motocicleta.

O crime foi registrado na última terça-feira (28), com o acusado sendo detido no dia seguinte, de acordo com o que foi repassado pela Superintendência Regional do Tapajós da Polícia Civil. Após detido, Cláudio foi levado para a Unidade Integrada de Polícia de Trairão, já que onde ele foi preso, o distrito garimpeiro de Moraes Almeida, apesar de pertencer à Itaituba, fica mais próximo do município vizinho - para o centro de Itaituba, é necessário uma viagem de cinco horas, enquanto para Trairão, o trajeto é feito em três.

Ele foi autuado por homicídio qualificado por meio cruel, sem dar meios de defesa à vítima, e fraude processual, já que ainda estava tentando alterar a cena do crime. Depois de arrastar o corpo de Luciano pela Rodovia Transgarimpeira na própria moto do homem morto, ele ainda tentou limpar o local e o veículo para escapar de um flagrante. Em depoimento, ele alegou que a morte foi motivada por uma discussão em questões de trabalho. Agora, Luciano segue detido em Trairão, à disposição da Justiça. 

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM POLÍCIA