Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Funcionário da prefeitura é morto a tiros em via pública, em Benevides

A vítima foi morta por pelo menos nove disparos; seis foram no rosto

Redação Integrada

Um homem identificado como Geovane Guedes do Rosário, de 21 anos, foi assassinado a tiros no início da manhã desta quarta-feira (24), em Benevides, na região metropolitana de Belém. Segundo a perícia criminal, a vítima foi alvejada com nove disparos, o que caracteriza uma execução.

O caso ocorreu por volta das 6h. Geovane, que trabalhava na prefeitura como roçador, estava indo para o trabalho, de motocicleta, quando um carro se aproximou e um homem sacou um revólver e fez vários disparos. Ele morreu na hora, sem chance de defesa.

O Centro de Perícias Científicas (CPC) Renato Chaves foi acionado e chegou ao local por volta das 9h. Segundo o perito Ivanildo Rodrigues, a vítima foi alvejada com pelo menos nove tiros. O primeiro foi por trás, na região da nuca. Geovane ainda conseguiu correr por alguns metros, mas foi alcançado e recebeu mais oito disparos, a maioria na região da face.

"Foram três disparos por trás, um nas costas e dois no braço direito, que ficou fraturado. Em seguida ele cai e é atingido por mais seis disparos na região do rosto. A vítima não teve nenhuma chance de defesa. As características são de uma execução", explicou o perito criminal Ivanildo Rodrigues.

Após cometer o crime, o assassino tomou rumo desconhecido. Quaisquer informações que possam ajudar na identificação e localização do(s) suspeito(s) podem e devem ser repassadas às autoridades policiais pelo Disque-Denúncia (181) ou Centro Integrado de Operações (190). Não é necessário se identificar e a ligação é gratuita.

A redação integrada de O Liberal também recebe a qualquer momento informações de ocorrências como incêndios, homicídios e acidentes graves, via texto, áudio, foto e vídeo pelo WhatsApp: basta contactar no número (91) 98568-2542.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA