Dupla é presa após vender brownie de chocolate recheado com maconha

Um deles foi flagrado no momento em que comercializava os "bolinhos de chocolate" para estudantes

Redação Integrada

Após uma denúncia anônima de estudantes de uma faculdade, localizada no bairro do Umarizal, em Belém, a Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc) da Polícia Civil prendeu em flagrante, nesta segunda-feira (11), Oscar Lifschiitz Fernandes Santos e Waxel da Silva e Silva, por tráfico de entorpecentes. Os dois se passavam por vendedores de "bolos de chocolate", mas vendiam os doces recheados com maconha. Oscar Santos foi flagrado no momento em que comercializava os "brownies" à estudantes.

Com eles, além dos "doces" a Polícia apreendeu também uma quantidade de maconha "pura".  Oscar Santos foi preso no momento em que estava oferecendo os produtos à estudantes de uma faculdade particular, localizada no bairro do Umarizal, centro da capital paraense.

Leia tambémPolícia incinera cerca de uma tonelada de entorpecentes em Marituba

Após a abordagem policial, Oscar Santos confirmou que estava no local para vender os doces com drogas em suas composições. Após a prisão em flagrante, os policiais civis foram até a casa do comparsa de Oscar, Waxel da Silva, no bairro da Cidade Velha, em Belém.

Oscar e Waxel Silva (Divulgação Polícia Civil)

Segundo o delegado Augusto Potiguar, diretor da Denarc, com a prisão de Oscar, a equipe policial conseguiu identificar o endereço do fornecedor da droga. Assim, os policiais civis realizaram uma revista na casa, onde encontraram mais porções do doce com entorpecentes e outra porção de substância com aspecto e odor característico de maconha.

O morador da casa, Waxel da Silva e Silva, companheiro de Oscar no comércio de drogas, também acabou preso em flagrante. Ambos foram autuados pelo crime e irão permanecer presos à disposição da Justiça.

Polícia