logo jornal amazonia

DJ é morto a facada após negar pedido de música durante festa em Altamira

De acordo com moradores do distrito, o DJ tocava no local toda semana e tinha uma agenda lotada

O Liberal
fonte

Um homem, identificado como Márcio Araújo, foi esfaqueado e morto durante uma festa na prainha do Curuá, no distrito de Castelo de Sonhos, no município de Altamira, sudoeste do Pará, no último domingo (13). Segundo testemunhas, a vítima, que trabalhava como DJ, não teria atendido a um pedido de música feito pelo criminoso, frequentador do evento. Com informações do site Confirma Notícia.

VEJA MAIS

image Dono do hit 'Eu me remexo muito' é encontrado morto
DJ Erick Morillo enfrentava acusações de assédio sexual e chegou a ser preso no começo do mês passado

image DJ filho de mestre de carimbó de Marudá é achado morto em estrada
Tudo indica que ele morreu em um acidente de moto, mas morte ainda é investigada

image Mototaxista morre ao ser esfaqueado por dois homens em Altamira
A vítima chegou a ser socorrida com vida pelos Bombeiros e encaminhado à UPA do município mas não resistiu aos ferimentos e morreu no local

Pessoas que presenciaram o crime informaram que após Márcio se negar a colocar a música, vítima e suspeito começaram a discutir. Foi nesse momento que um golpe de faca foi desferido contra Márcio. 

De acordo com moradores do distrito, o DJ tocava no local toda semana e tinha uma agenda lotada. Márcio também atuava como radialista na cidade há mais de 20 anos e recentemente trabalhava na 103.5 Regional FM.

Na manhã desta segunda-feira (14), o principal suspeito de cometer o crime, que não teve o nome divulgado, foi preso e segue à disposição da Justiça. Com ele foi encontrada uma faca, que pode ser a utilizada no assassinato.  A Polícia Civil investiga o caso.

Polícia
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA