Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Corpo de homem nu é encontrado em avançado estado de decomposição em rio no Pará

Segundo o Corpo de Bombeiro, um pescador encontrou a vítima e acionou o serviço de emergência

O Liberal

O corpo de um homem com idade entre 30 a 40 anos, foi encontrado boiando, no fim da tarde desta quinta-feira (7), próximo à vegetação no rio da comunidade Ituquí, conhecida como Boca do Ituquí, no município de Santarém, oeste paraense. A vítima estava totalmente sem roupa e em avançado estado de decomposição.

Até o início da noite, de acordo com o Corpo de Bombeiros Militar do Pará, que realizou a operação de resgate, o homem ainda não tinha sido identificado. As informações foram divulgadas pela TV Impacto, que realizou uma live do momento do resgate.

Até então, as únicas informações dão conta de que o homem tinha cerca de 1.60 cm de altura, estava com marcas de sangue em uma das mãos, com um dente quebrado na arcada dentária e estava marcado com uma tatuagem de uma carpa na altura da costela. 

Os bombeiros informaram que um pescador que estava passando pela comunidade Ituquí viu o corpo e entrou em contato com o serviço de emergência. A operação de resgate, que contou com dois agentes dos bombeiros, durou cerca de duas horas e meia. Eles partiram de transporte fluvial do Porto dos Milagres, no bairro de Santana, a cerca de 15 quilômetros da comunidade onde o corpo estava. O retorno levou o corpo para desembarcar também no Porto dos Milagres.

"Uma busca demorada, situação complicada e corpo já em estado de putrefação. Mas conseguimos fazer nosso serviço e trouxemos o corpo. Não sabemos de quem se trata. Não apareceram familiares nem conhecidos que tivessem requerido ou feito algum boletim de ocorrência para notificar desaparecimento", informou, por meio da live, o sargento Arlisson, do Corpo de Bombeiros. "Agora, o corpo está aos cuidados do IML", completou.

Palavras-chave

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA