Supremo Tribunal Federal vai decidir sobre cultos na pandemia

Por

Bancada evangélica do Pará defende manutenção dos cultos presenciais