Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Prefeito de Santarém esclarece sobre obras do ‘Camelódromo’ no município

‘A obra não vai acabar com a praça e sim revitalizá-la' disse o prefeito em pronunciamento pelas redes sociais.

Andria Almeida / O Liberal

O prefeito de Santarém, Nélio Aguiar (DEM), se manifestou na noite desta quinta-feira (6) sobre as obras do “Camelódromo Municipal” que está sendo feita na Praça Rodrigues dos Santos, na área central do município, no oeste do Pará. A obra se tornou polêmica depois de supostos fragmentos arqueológicos serem encontrados nas escavações feitas por maquinários, que faziam a retirada de algumas árvores da praça.

VEJA MAIS

MP pede a suspensão imediata das obras do ‘Camelódromo’ em Santarém A solicitação foi feita após o Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós cobrar providências para impedir a destruição da Praça Rodrigues dos Santos

O Ministério Público do Estado do Pará (MPPA) ingressou com uma Ação Civil Pública na Justiça solicitando que o Município de Santarém suspenda imediatamente os trabalhos, essa solicitação feita após o MPPA ser acionado pelo Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós (IHGTap), que cobrou providências a fim de evitar a destruição do espaço, que segundo o instituto, é considerado patrimônio histórico do município.

Prefeito se manifesta a favor da construção

Em pronunciamento pelas redes sociais, o prefeito falou sobre a importância tanto da Praça Rodrigues dos Santos, quanto da Praça da Matriz, para o município. Segundo ele, o projeto do Camelódromo ou Shopping Popular vai beneficiar os trabalhadores ambulantes e também a população santarena em geral.

“É uma reivindicação antiga dos ambulantes que está sendo atendida. O Shopping Popular será construído em uma das laterais da Praça Rodrigues dos Santos, para onde serão remanejados os ambulantes que ocupam hoje a Praça da Matriz. Com a obra será possível desocupar a praça da Matriz possibilitando sua revitalização e também recuperar a Praça Rodrigues dos Santos, incluindo projetos paisagísticos e preservando o logradouro hoje abandonado e pouco utilizado pela população, que será transformado em novo ponto turístico da cidade.” – informou o prefeito.

Ainda de acordo com o prefeito, o Camelódromo terá 100 boxes em alvenaria, cada um com 4,80m² e não vai acabar com a praça, mas sim revitalizá-la.

Espaço terá mais de 4 mil m²

“Os boxes serão instalados apenas em um lateral da praça, pela Travessa Siqueira Campos, a área construída será de apenas 521,75m² de um total de 4.561m², ou seja, cerca de 11% da área total da Praça Rodrigues dos Santos” – declarou Nélio Aguiar.

O prefeito também falou sobre a retirada de algumas árvores da praça, segundo ele o trabalho foi autorizado após um relatório de um estudo técnico que diz o seguinte: “Ocorre que as referidas árvores não são adequadas ao espaço, ou seja, o crescimento das raízes das mesmas já ocasionou danos àquelas estruturas de contenção. Com exceção do exemplar de acácia, as demais árvores são relativamente recentes e não fazem parte da coleção arbórea original da praça.”

Nélio Aguiar finaliza dizendo que após estudo dos órgãos ambientais do município foi necessária a supressão de 14 árvores do local, elas eram espécies com raízes rasas e ameaçavam tombar. Porém, será feito o plantio de novas árvores de forma otimizada para transformar a praça em um espaço mais atrativo para o município.

Pará
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM PARÁ

MAIS LIDAS EM PARÁ