Cães farejadores auxiliam na apreensão de mais de 100 kg de drogas no primeiro bimestre deste ano no Pará

Do dia 1º de janeiro até o momento, as apreensões geraram um prejuízo de mais de 15 milhões de reais para o crime organizado no Estado

O Liberal
fonte

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu nos dois primeiros meses deste ano, mais de 100 kg de entorpecentes em estradas e rodovias federais do Pará. As ações de fiscalização são realizadas com auxílio de cães farejadores. Nesta quarta-feira (23), o Grupo de Operações de Cães (GOC), da PRF, vai realizar um comando especial para apresentar a toda comunidade, a ação de treinamento dos animais. O evento ocorrerá na Unidade Operacional (UOP) da PRF, em Benevides, BR-316, s/n, km 21, de 8h às 11h. 

De janeiro de 2022 até momento, foram apreendidos mais de 89 kg (oitenta e nove quilos) de Cocaína, 22 kg (vinte e dois quilos) de Crack, 15 kg (quinze quilos) de Maconha, 693 (seiscentos e noventa e três) comprimidos de Anfetamina, além de Haxixe e Ecstasy, com a participação dos cães farejadores. As apreensões geraram um prejuízo de mais de 15 milhões de reais para o crime organizado.

Além do combate à comercialização de entorpecentes, os cães de faro auxiliam também no combate ao porte ilegal de arma de fogo. Desde o início do ano, a PRF já apreendeu um total de 40 mil reais em armas e munições.

Os cães farejadores possuem um olfato cerca de 50 (cinquenta) vezes maior que o dos seres humanos. O nariz de uma pessoa conta com cerca de 5 milhões de células olfativas, já o focinho de um cachorro possui 250 milhões de células. Os cachorros conseguem detectar uma variabilidade maior de cheiros e se tornaram cruciais nas operações policiais, graças ao seu olfato apurado. Com o auxílio dos cães de faro em veículos, a busca por ilícitos se tornou muito mais assertiva.

Atualmente, o GOC/PA possuí 2 animais atuando como aliados na repressão de crimes. Conhecidos como Athos (5 anos) e Romu (1 ano e 9 meses), os animais são capacitados no faro de armas, munições, drogas e derivados.

Os animais são da raça Pastor Belga Malinois e Pastor Alemão, que são as mais indicadas neste tipo de serviço de sinalização de ilícitos, pois assimilam com mais rapidez e eficiência os comandos dos treinadores, além de possuírem um olfato mais apurado.

O GOC/PA foi fundado em 2008 e seus agentes possuem formação em curso especializado da PRF para atuar com cães farejadores. Os animais são como uma extensão policial nas ações, estabelecendo uma relação de confiança e parceria com as equipes.

 

Pará
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM PARÁ

MAIS LIDAS EM PARÁ