Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Xangai, na China, registra as primeiras mortes no novo surto de Covid

Essas foram as primeiras confirmações de óbitos desde que a população de Xangai entrou em confinamento rígido e prolongado para evitar a propagação da doença, há cerca de um mês.

Byanka Arruda

O governo chinês informou que três pessoas idosas morreram em decorrência da covid-19 nesta segunda-feira, 18. Essas foram as primeiras confirmações de óbitos desde que a população de Xangai entrou em confinamento rígido e prolongado para evitar a propagação da doença, há cerca de um mês.

"O estado das três pessoas piorou depois que foram internadas no hospital. Morreram depois que os esforços para salvá-las se mostraram ineficazes", explicou a prefeitura através das redes sociais. As vítimas da covid-19 foram duas mulheres de 89 e 91 anos e um homem, também de 91. O governo local destacou, também, que todos apresentavam comorbidades, como problemas cardíacos, hipertensão e diabetes.

A taxa de vacinação entre os idosos na China continua abaixo do recomendável: pouco mais da metade das pessoas com mais de 80 anos recebeu a dose de reforço.

Xangai, a metrópole mais populosa da China, enfrenta o surto mais grave desde o início da pandemia. Nesta segunda, foram registrados 22.248 novos casos locais, incluindo 2.417 sintomáticos. Na tentativa de frear o avanço do vírus, o governo local adotou a política de tolerância zero, o que inclui medidas restritivas severas de deslocamento e isolamento das pessoas infectadas, ainda que não apresentem sintomas.

Mundo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MUNDO

MAIS LIDAS EM MUNDO