Médico é apedrejado por familiares de vítima que morreu de covid-19

'Não aguento mais. Hoje digo basta, hoje sinto que fracassei'

Redação Integrada com informações da BBC

O médico argentino Daniel Gatica foi agredido a pedradas após dar a notícia da morte de um paciente por complicações da covid-19. O caso aconteceu na cidade de Orán, no Hospital San Vicente de Paul. Os agressores são familiares da vítima e culpam o médico pelo óbito.

Após as agressões, ele decidiu deixar a linha de frente contra a pandemia. A decisão foi anunciada por uma carta aberta escrita nas redes sociais.

Em um trecho do depoimento, Daniel escreveu: “Estou cansado de ter que escolher para quem dar um leito ou um tubo de oxigênio semivazio (…) Estou cansado de ter três mortes em uma tarde ou cinco em uma noite e saber que nunca há um leito na UTI, 12 dias de puro estresse, apenas dando más notícias".

Em outro trecho ele relata que chegou a dormir em pé de tão cansado, na maioria das vezes ainda usando o equipamento de proteção (EPI), depois de atender até 64 pacientes com a doença. "Não aguento mais. Hoje digo basta, hoje sinto que fracassei” e assina a demissão. Confira a íntegra da carta:

REPERCUSSÃO

Pela ampla repercussão que o caso teve, Gatica acabou desistindo da demissão após uma ligação do governador de Salta e do ministro da Saúde da província. Ele contou que a atenção gerada levou as autoridades nacionais a enviarem mais socorros ao hospital, o que, segundo ele, já permitiu reduzir a taxa de ocupação da unidade de mais de 100% para 65%.

"Eles abriram cerca de 40 leitos com oxigênio, o que amenizou muito a situação. É em uma escola em frente ao hospital, que fazia parte do plano de contingência, mas faltavam recursos", disse. Após a carta, "da noite para o dia, chegou o oxigênio, os leitos foram criados, e tudo o que tinha que aparecer apareceu".

Mundo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!