Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Jovem engole pilha na prisão e tem sintomas de infarto; entenda

No hospital, os médicos observaram pelo raio-X a pilha parada no estômago, e fizeram um eletrocardiograma, para medir a atividade do coração

Redação Integrada com informações de UOL

Detendo de uma prisão italiana, um homem de 26 anos foi levado às pressas ao pronto-socorro, após engolir uma pilha propositalmente e começar a sentir dores no estômago, duas horas depois.

No hospital, os médicos observaram pelo raio-X a pilha parada no estômago, e fizeram um eletrocardiograma, para medir a atividade do coração. Para a surpresa dos profissionais da saúde, o quadro do rapaz era semelhante ao de alguém que estava tendo um infarto. O caso foi relatado nesta terça-feira (24) no periódico Annals of Internal Medicine.

Apesar dos exames apontarem um suposto ataque cardíaco, o rapaz não apresentou nenhum outro sintoma, como dores no peito, por exemplo. Outros exames também não sinalizaram nenhum sinal de problema no coração.

Os autores do relato são médicos de dois hospitais de Florença (Itália), que relataram que a bateria era a própria fonte de eletricidade. A pilha imitava perfeitamente o ataque cardíaco. Assim que o objeto foi removido, por meio de cirurgia, o coração do rapaz voltou ao normal.

De acordo com os médicos, situações semelhantes ocorrem quando a pessoa engole mais de uma bateria. "Teoricamente, se você tiver mais interferência elétrica de várias baterias, você poderá ver mudanças no eletrocardiograma", explicou Luke Laffin, cardiologista da Clínica Cleveland em Ohio.

O especialista avaliou que a pilha engolida pelo detento parecia estar distorcendo a leitura do exame, interferindo no resultado.

De acordo com Laffin, engolir baterias pode ser muito perigoso, principalmente para crianças. A ingestão pode causar obstrução, o ácido do estômago pode corroer a bateria e fazer com que o conteúdo vaze, entre outros perigos.

Palavras-chave

Mundo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MUNDO

MAIS LIDAS EM MUNDO