Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Corpo de menina estava em uma mala com âncora a mil metros de profundidade

Polícia espanhola faz buscas para encontrar a irmã da vítima; pai está foragido

Redação Integrada com informações do G1

O corpo da pequena Olivia Gimeno Zimmermann, de 6 anos, foi encontrado no fundo do mar, a mil metros de profundidade, dentro de uma mala presa a uma âncora, na sexta-feira (11). A polícia espanhola retomou as buscas para achar a irmã de Olivia, Ana, de 14 meses, que pode ter levado o mesmo fim trágico. O pai é suspeito e está foragido.

As meninas desapareceram no final de abril. Elas foram levadas pelo pai, Tomás Gimeno, de Tenerife, na Espanha, sem a autorização da mãe.

Uma mala semelhante a que estava Olivia foi encontrada por um navio de pesquisa oceanográfica, que auxilia nas buscas, mas, segundo a Guarda Civil espanhola, estava vazia. Um robô subaquático ajuda na operação.

Segundo a polícia, o pai, antes do sequestro, ligou para a ex-esposa, "em um tom de despedida". A polícia suspeita que ambas foram assassinadas para causar uma "dor desumana em a ex-companheira".

Segundo a imprensa espanhola, o Tomás foi visto pela última vez carregando bolsas esportivas em seu barco.

Mundo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MUNDO

MAIS LIDAS EM MUNDO