Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Condenado finge a própria morte, mas é encontrado internado em hospital, com covid-19

Ele foi dado como morto em 2020 devido a um câncer. O homem foi condenado por uma acusação de estupro

O Liberal

Um homem foragido da Justiça norte-americana foi encontrado internado em um hospital na Escócia. Nicholas Alahverdian, de 34 anos, era considerado morto desde 2020 devido um câncer, no entanto, o óbito foi forjado pelo criminoso. As informações são do UOL. 

Alahverdian foi condenado por uma acusação de estupro em Utah, nos Estados Unidos. Segundo o jornal New York Times, após forjar a morte, o acusado adotou o nome Arthur Knight. Ele estava hospitalizado devido complicações da Covid-19 e chegou a precisar de ventilação para conseguir respirar. 

O reconhecimento do acusado foi feito pelos funcionários do hospital, que avisaram as autoridades. Os investigadores afirmam que a identidade do suspeito foi confirmada por meio de fotografias, impressões digitais e amostra de DNA, fornecidos à Interpol. 

Nicholas Alahverdian foi levado sob custódia e preso no dia 13 de dezembro "em conexão com um mandado de prisão internacional", informou a polícia escocesa. Além disso, segundo os investigadores, Alahverdian usava vários pseudônimos, como Nicholas Rossi, chegando até a ser condenado em 2008 com esse nome. 

Ao forjar a própria morte, Alahverdian deixou uma mensagem afirmando que seus "restos mortais foram cremados com suas cinzas espalhadas no mar". Na ocasião, a polícia não acreditou na informação do óbito e prosseguiu com as investigações.

Palavras-chave

Mundo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MUNDO

MAIS LIDAS EM MUNDO