Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

App alegava usar 'Inteligência Artificial', mas contratava trabalhadores filipinos; entenda

A denúncia foi feita por duas fontes anônimas de dentro da empresa

Karoline Caldeira

O aplicativo Nate Tech foi denunciado por duas fontes anônimas de dentro da startup por uso de mão-de-obra humana, ao invés de inteligência artificial, como era prometido aos clientes. Sediada em Londres e Nova York, a empresa oferecia o cadastro automático do pagamento de clientes em compras online, mas quem realizava esse serviço eram pessoas da Filipinas, um país situado no Sudeste da Ásia.

São estimados que, ao longo de 2021, quase 100% das transações foram feitas por pessoas. O mais surpreendente era que os clientes finalizavam o uso do app e achavam que a compra já estava efetivada, mas os funcionários poderiam levar horas para completar os formulários.

VEJA MAIS

Dia da Gentileza: motoristas de aplicativo revelam 10 dicas para passageiros terem 5 estrelas
No dia 29 de maio é comemorado o Dia da Gentileza; existem diversas práticas que podem mudar seu dia e dos outros, nas corridas de aplicativo não é diferente

Golpe do emprego: criminosos buscam as pessoas 'pela necessidade'; saiba como se proteger
Com mais de 100 tentativas de golpe por hora, criminosos utilizam diversas maneiras de aplicar o golpe; vagas que parecem muito boas devem ser desconfiadas

Antes das denúncias, a empresa conseguiu apoio financeiro de US$50 milhões de empresas como Coatue Management e Forerunner Ventures. Para os investidores, a Nate Tech não informava sobre a mão-de-obra humana. Apesar disso, a startup não vinha acumulando bons resultados e chegou a lançar uma campanha que oferecia um vale-compras de US$50 em varejistas como Walmart e Best Buy para quem baixasse o app.

A iniciativa foi um desastre. O sistema não detectava múltiplas compras e ficou congestionado, causando prejuízos para a empresa e parceiros. Em nota, a Nate Tech afirmou que "as acusações contra a tecnologia proprietária da empresa não têm qualquer fundamento".

(Estagiária Karoline Caldeira, sob supervisão do editor executivo de OLiberal.com, Carlos Fellip)

Palavras-chave

Mundo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MUNDO

MAIS LIDAS EM MUNDO