Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Quadro Tático dá dicas de como Felipe Conceição pode montar Remo com desfalques

Sem peças de reposição suficientes, treinador deve fazer adaptações no elenco entrará em campo contra o CRB, neste sábado

Caio Maia / O Liberal

O que fazer? Essa é a pergunta que não sai da cabeça do técnico do Remo, Felipe Conceição. Na última semana, o treinador azulino recebeu a notícia que terá o desfalque de, pelo menos, sete atletas para a próxima partida, no sábado (21), contra o CRB, pela 20ª rodada da Série B. Sem peças de reposição suficientes, Conceição deve fazer adaptações no time entrará em campo.

A situação dos desfalques se agravou na última terça (17). Romércio e Matheus Oliveira ficarão 3 semanas de fora por lesão muscular. Pelo mesmo motivo, Erick Flores também será desfalque, mas por mais tempo: 6 semanas. Para completar, Thiago Ennes e Igor Fernandes estão suspensos pelo terceiro amarelo.

São, ao todo, cinco titulares. Como montar uma equipe sem essas peças? O Quadro Tático desta semana mostra como o Remo poderá entrar em campo contra o CRB, sem que a identidade azulina de jogo seja perdida.

Manter esquema com falso 9

Uma coisa que o Remo deve manter diante dos alagoanos é o esquema tático: o 4-1-4-1, com Gedoz de falso 9. Contra o Confiança, Renan Gorne entrou como centroavante de área e o time rendeu pouco. As coisas melhoraram apenas quando o time voltou a atuar com um jogador móvel lá na frente.

Atacar com cinco, mas com outro desenho

As laterais vão mudar, isso é certo. Resta saber como os novos jogadores vão agir. Marlon deve entrar na esquerda, com mais liberdade e sem tantos compromissos defensivos. Resta saber quem entra na direita: Wellington Silva, que ainda se recupera de lesão, ou Warley? De qualquer forma, quem começar, deve fazer a saída de três atrás com os zagueiros.

Lucas Tocantins de volta

Apesar de Rafinha ter entrado na última partida contra o Confiança, a vaga no ataque deve ser de Lucas Tocantins. O jogador sabe atuar tanto aberto na ponta, como cortando pro meio. Além disso, o atacante compõe bem a linha de cinco do ataque de Conceição.

Erick Flores: o grande mistério

A função de Erick Flores no Remo era fundamental. Apesar de ser um jogador que não aparece tanto em campo, o meia fazia uma função tática importante no esquema de Felipe Conceição. Com a saída dele e as opções do elenco, a expectativa é que Marcos Júnior fique com a vaga. No entanto, com o meia ex-Vasco, o Remo perde mobilidade no setor. Demais jogadores do ataque deverão correr mais para suprir a falta do 7 azulino.

MUDANÇAS

Saem: Thiago Ennes, Romércio, Igor Fernandes, Lucas Siqueira, Erick Flores e Matheus Oliveira

Possíveis entradas: Warley, Rafael Jansen, Marlon, Arthur, Marcos Júnior e Lucas Tocantins

 

 

Remo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM REMO

MAIS LIDAS EM ESPORTES