Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Roger Federer usa as redes sociais para anunciar aposentadoria do tênis; veja mais

O Suiço tem 103 torneios da ATP e, aos 41 anos, anunciou o término de sua vitoriosa carreira nas quadras

Luiz Guilherme Ramos

O suiço Roger Federer, considerado por muitos como um dos maiores tenistas de todos os tempos, anunciou na manhã desta quinta-feira (15) sua aposentadoria das quadras. O atleta fez o comunicado através de suas redes socais, onde explica os motivos para a decisão.

Segundo ele, os problemas físicos o impedem de continuar a vitoriosa carreira. Na carta postada na internet ele diz que o seu último evento será a Laver Cup, no próximo final de semana, em Londres. Depois disso ele garante que não irá mais competir no circuito mundial. Confira a publicação:

VEJA MAIS

Nadal busca virada contra Medvedev na Austrália e bate recorde de Grand Slams
Nadal está isolado como o maior campeão de majors da história, deixando para trás Novak Djokovic e Roger Federer

Federer se classifica pela 17ª vez para jogar o ATP Finals e amplia recorde
Suíço Roger Feder garante vaga no torneio que reúne a elite do tênis na arena O2 em Londres, em novembro.  Ele é o terceiro simplista classificado, ao lado de Nadal e Djokovic 

Novak Djokovic bate Roger Federer, leva penta de Wimbledon e iguala feito de Björn Bor
Final mais longa da história com quase 5 horas de duelo chega pela primeira vez ao tie-break em 12-12

Roger Federer é suiço, tem 41 anos e já foi recordista de título de Grand Slam, com 20 troféus e um total de 103 títulos em competições oficiais da ATP. É o segundo atleta a ficar por mais tempo como número 1 do ranking. No total, entre os anos de 2004 e 2018, ficou por 310 semanas na primeira posição. 

Federer venceu seu primeiro torneio ATP em 2001 e o último em 2019, o que lha dá o recorde de maior distância entre dois títulos. Em quadra, travou embates memoráveis contra adversários contemporâneos, entre eles o espanhol Rafael Nadal. Ambos já se enfrentaram 40 vezes, com 24 vitórias de Nadal e 16 de Roger. Destas, nove finais foram em Grand Slam e o espanhou levou a melhor em seis, contra três do suiço. 

Outro adversário bastante duro e que nos últimos anos ameaçou o reinado de Federer é o sérvio Novak Djokovic, que tem 17 títulos de Grand Slam contra os 20 de Federer. Em confrontos diretos, Djokovic venceu quatro finais, enquanto Federer venceu apenas o US Open de 2007. Na história, o sérvio leva pequena vantagem, com 27 vitórias contra 23 do suíço.

Mais Esportes
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM MAIS ESPORTES

MAIS LIDAS EM ESPORTES