Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Vinícius Júnior se pronuncia após ser alvo de racismo na TV espanhola: 'Eu não vou parar'

Comentarista do programa 'El Chinguirito', Pedro Bravo, disse que Vini deveria "deixar de fazer macaquice" ao comemorar gols dançando.

Caio Maia

O atacante do Real Madrid e da Seleção Brasileira, Vinícius Júnior, se pronunciou nesta sexta-feira (16) sobre declarações racistas envolvendo seu nome feitas na TV espanhola. Em vídeo publicado nas redes sociais, o jogador de 22 anos relembrou outras vezes em que foi vítima de preconceito.

"'Enquanto a cor da pele for mais importante que o brilho nos olhos, haverá guerra'. Tenho essa frase tatuada no corpo e tenho atitude na minha vida que transforma essa filosofia em prática. Dizem que felicidade incomoda. A felicidade de um preto brasileiro, vitorioso na Europa, incomoda muito mais. Mas a minha vontade de vencer, meu sorriso, meu brilho nos olhos são muito maiores do que isso. Fui vítima de xenofobia e racismo numa só declaração. Mas nada disso começou ontem", disse o jogador.

O atacante foi alvo de racismo no programa "El Chiringuito" na TV espanhola. Na ocasião, o comentarista e empresário Pedro Bravo disse que Vini deveria "deixar de fazer macaquice" ao comemorar dançando os gols pelo Real Madrid.

As danças de Vinícius se tornaram tema depois que o meio-campista Koke, do Atlético de Madrid, afirmou que "haveria uma confusão" caso o brasileiro comemorasse dançando no clássico do próximo fim de semana. Após o ocorrido, surgiu a hashtag #BailaViniJr em apoio ao ex-Flamengo.

"Há semanas, começaram a criminalizar minhas danças. Danças que não são minhas. São do Ronaldinho, do Neymar, do Paquetá, do Pogba, do Matheus Cunha, do Griezmann e do João Félix. Dos funkeiros e sambistas brasileiros. Dos cantores latinos de reggaeton e dos pretos americanos. São danças para celebrar a diversidade cultural do mundo", falou Vinícius.

"Aceitem, respeitem ou surtem. Eu não vou parar. Não costumo vir publicamente rebater críticas. Sou atacado e não falo, sou elogiado e também não falo. Eu trabalho, e muito. Dentro e fora de campo", reforçou o jogador.

Durante toda a sexta-feira, o brasileiro recebeu apoio nas redes sociais. Torcedores e importantes personagens, como Pelé, se posicionaram em favor do atacante.

Futebol
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM FUTEBOL

MAIS LIDAS EM ESPORTES