Três dias após tragédia, incêndio quase provoca novas vítimas no futebol do RJ

Atletas do Bangu conseguiram escapar; três foram hospitalizados, mas, segundo o clube, casos não são graves

Redação Integrada com informações do globoesporte.com

Pouco mais de 72 horas depois da tragédia no CT do Flamengo, que vitimou 10 garotos entre 14 e 17 anos, jogadores do Bangu-RJ escaparam de um incêndio no alojamento do CDA (Comissão de Desportos da Aeronáutica), no Rio de Janeiro.

Segundo informações do globoesporte.com, os atletas da equipe estavam descansando, após um treino pela manhã, nas instalações do CDA (onde o Bangu vem realizando suas atividades), quando um dos quartos começou a pegar fogo.

Dois atletas do time (que não tiveram a identidade divulgada) e um soldado da Aeronáutica foram encaminhados para o hospital da entidade militar. Um dos jogadores foi encaminhado para o CTI por ter inalado mais fumaça, mas de acordo com a assessoria do clube, os casos não são graves.

Futebol