Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Prefeitura de Belém aumenta para 30% a capacidade de público em jogos do Remo, Paysandu e Tuna

Reunião ocorreu na manhã desta sexta-feira

O Liberal

Agora é oficial. Após reunião entre os presidentes do Remo, Paysandu e Tuna com o prefeito de Belém Edmilson Rodrigues na manhã desta sexta-feira (17), ocorrida no gabinete do prefeito, no bairro de Nazaré, em Belém, ficou decidido o aumento da capacidade de torcida de 20% para 30%. A informação foi repassada pela Prefeitura de Belém através de suas redes sociais.

Os mandatários do Remo, Paysandu e Tuna, Fábio Bentes, Maurício Ettinger e Graciete Maués, respectivamente, conversaram com o prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues, além do diretor da Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde e Meio Ambiente (Sesma), Cláudio Salgado sobre as situações dos clubes nessa possível volta do público aos estádios, alguns pontos foram tocados pelas equipes, como números de vacinados, reabertura de casas de shows e bares.

Após estudos realizados pela equipe técnica da prefeitura de Belém, foi anunciado o aumento da capacidade de torcida nos estádios. Anteriormente a prefeitura lançou uma nota informativa, vetando a capacidade de 30%, indicada pelo governo do Estado, porém, os clubes alegaram que a capacidade liberada geraria prejuízo, já que as partidas teriam um custo em média de R$60 a R$80 mil. O prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues anunciou a mudança em um pronunciamento feito nas redes sociais.

“Estou muito emocionado, pois a nossa equipe técnica da área da saúde, junto com parlamentares e secretários, que são torcedores, mas especialmente os presidentes das três maiores agremiações do Norte, Remo, Paysandu e Tuna Luso, aqui na prefeitura, onde demandaram e depois de expor as situações dos clubes que dependem em 80% da renda e que estão há dois anos sem receitas. Depois de ouvir a nossa equipe técnica, concluímos que é importante atender a demandas dos clubes, considerando os índices de infecção atual, ontem alcançamos 0% de pessoas internadas em UTI, e apenas dois mortos nos últimos sete dias, que é um índice muito abaixo daquelas números desesperadores das duas ondas de covid. Então nós estamos seguros, com os clubes colaborando, vamos avançar cada vez mais. Iniciamos com 30% de ocupação da capacidade do estádio. Teve um consenso que duas doses de vacinas sejam exigidas e com isso vamos rescender economicamente os clubes e fortalecer a paixão pelo futebol. Somos um estado que temos esse privilégio com a tradição de um futebol forte”, disse.

Assista

A volta dos torcedores aos estádios ainda não está certa de ocorrer. O Remo participará de um congresso técnico na tarde de hoje, com clubes da Série B, com representantes da CBF e das federações do futebol do país, para decidir o retornou ou não dos torcedores. É preciso que tenha pelo menos 80% das cidades envolvidas aptas, porém, na última eleição apenas nove estavam liberadas e o número necessário são 13. A reunião ocorre hoje, por videoconferência, ás 15h.

Ainda não foi decidido nada em relação aos clubes da Série C. O campeonato Brasileiro da Série A não terá retorno do público, até o momento. Em jogos de caráter estadual, como Segundinha do Parazão e Campeonato Paraense, o público está liberado.

 

Futebol
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM FUTEBOL

MAIS LIDAS EM ESPORTES