Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Ministério Público vistoria o Mangueirão e decisão segue pendente

Remo é o principal interessado na liberação do estádio, para confirmar jogo do final de semana

Redação Integrada

O Ministério Público Estadual, por meio da engenheira do MP/PA, Maylor Ledo, vistoriou o estádio Mangueirão na tarde desta quarta-feira (30). No início deste mês, parte do teto da arquibancada do estádio caiu, danificando algumas cadeiras.

LEIA MAIS

Sendo assim, a ideia foi verificar, in loco, todas as informações dos laudos disponibilizados pela Secretaria de Esportes e Lazer (Seel), Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Vigilância Sanitária, averiguando se o local reúne condições para receber torcedores em jogos do Campeonato Paraense. Um relatório técnico de recuperação estrutural, elaborado por uma empresa de engenharia contratada pelo Governo do Estado, foi encaminhado ao Ministério Público.

A vistoria foi realizada pelo promotor de Justiça Marco Aurélio do Nascimento, coordenador do Centro de Apoio Operacional Constitucional do MPPA, e pela engenheira Maylor Ledo, integrante do Grupo de Apoio Técnico Interdisciplinar do órgão. Eles coordenam uma equipe de técnicos do órgão que vão elaborar um parecer sobre a estrutura do estádio e encaminhar à Federação Paraense de Futebol (PFP) e ao Governo do Estado nesta quinta-feira (31). 

Imagem do Mangueirão, aparentemente, é preocupante (Ascom MP)

 

TENDÊNCIA

Todos os laudos, que são obrigatoriedade de acordo com o Estatuto do Torcedor, foram entregues nesta quarta-feira ao MP, apenas quatro dias antes do jogo entre Remo e Tapajós, marcado para domingo (2). O órgão do judiciário se apressou em fazer a análise técnica e disponibilizou uma equipe que se encaminhou, com urgência, ao estádio para acompanhar o que relata os documentos.

O detalhe é que há uma tendência para liberação da praça esportiva, com capacidade reduzida para aproximadamente 22 mil pessoas. No entanto, o MP não confirmou a informação durante esta quarta-feira. A expectativa é de que isso ocorra apenas amanhã (31).

O promotor de Justiça Marco Aurélio do Nascimento, inclusive, informou que os laudos encaminhados por outros órgãos sinalizam que o Mangueirão pode receber, no momento, um público de 22 mil pessoas, com isolamento da área onde ocorreu o desabamento de parte do teto. A Promotoria de Justiça de Defesa do Consumidor é quem fará o encaminhamento do parecer técnico do MPPA à FPF. O procedimento será conduzido pela promotora Joana Coutinho. 

Estádio deve ser liberado com capacidade reduzida (Ascom MPE)

A FPF marcou o jogo entre Remo e Tapajós para a tarde do próximo domingo (3), no Mangueirão. A realização da partida, porém, está condicionada à liberação da estrutura de segurança do estádio. O local ainda não recebeu jogos com presença de torcedores neste ano.

 

 

Futebol
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM FUTEBOL

MAIS LIDAS EM ESPORTES