Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Esmac faz mudanças na comissão técnica e contrata técnico com passagem pelo Remo

Técnico Mercy e preparadora física Cássia Gouveia deram lugar a Breno Cunha e Nicolau Barros, ambos com passagens pelo Remo

Fabio Will

A única representante do Norte-Nordeste na Série A do Futebol Feminino passa por um momento complicado na competição. A Esmac ainda não venceu no Brasileirão, com três derrotas, em três jogos, e amarga a última posição. Buscando mudar o cenário, a cúpula do clube de Ananindeua realizou mudanças na comissão técnica, que possui novo treinador e novo preparador físico. A informação foi confirmada pelo diretor de futebol, Diemerson Sobreira.

VEJA MAIS

Após derrota para o Internacional, técnico da Esmac critica arbitragem: ‘Ruim e frouxa’
Equipe paraense não conseguiu resistir a força do Inter e perdeu por 4 a 0, no Baenão

Esmac é goleada fora de casa pelo Kindermann e pode cair para a lanterna do Brasileirão Feminino
O jogo foi disputado no estádio Carlos Alberto Costa Neves

Com três derrotas sendo duas por goleada, a Esmac decidiu mudar. O técnico Mercy Nunes, que comandou a equipe na conquista do acesso à Série A deixou o função da equipe e em seu lugar chega Breno Cunha, com passagens pelas categorias de base do Remo e do Paysandu. Mercy passará a exercer a função de auxiliar-técnico a partir da próxima partida.

Mais uma

Outra mudança ocorrida foi a saída da preparadora física Cássia Gouveia. Ela também esteve no acesso das meninas da Esmac à elite do futebol nacional. Agora quem irá desempenhar a função é Nicolau Barros, que já fazia parte do clube e que teve passagens pelo Remo, Bragantino e Paragominas. A Esmac busca manter Cássia na comissão, mas também como auxiliar e aguarda uma resposta da profissional. 

Carências

Em conversa com a equipe de O Liberal, o diretor de futebol da Esmac, Diemerson Sobreira, falou sobre as mudanças e citou algumas carências da equipe na disputa do Brasileirão.

“A Esmac terá outras competições nesta temporada, como a Segundinha, Sub-20, Sub-17 e optamos pela criação de uma comissão técnica permanente, que acompanhe essa garotada, além da montagem do elenco para as disputas. O Mercy vai assumir isso e ficará como auxiliar-técnico do Breno repassando informações a ele nos próximos jogos. Já comunicamos a Cássia sobre a troca e aguardamos uma resposta em relação a assumir essa nova função”, contou, Diemerson.

Urgente

O próximo jogo da Esmac é contra o São José-SP, no domingo (27), às 15h, no Baenão, pela quarta rodada. O diretor de futebol estuda a chegada de mais alguns reforços e listou algumas posições carentes no elenco.

“Estamos avaliando, precisamos de algumas jogadoras com urgência, principalmente zagueiras, pois estamos com duas atletas lesionadas. Estamos buscando também jogadoras dentro do Estado, mantendo contato e vamos atrás de reforços, sim”, finalizou.

O Brasileirão Série A1 feminino possui 16 equipes na disputa, com 15 rodadas. As oito melhores equipes avançam para a segunda fase e as quatro últimas são rebaixadas para a Série A2. Esse é o primeiro ano da Esmac na elite do futebol feminino.

Futebol
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM FUTEBOL

MAIS LIDAS EM ESPORTES