Com dois gols relâmpagos, sendo um de bicicleta, Paysandu vira para cima do Remo e abre vantagem na final

Primeiro jogo da final do Parazão terminou com vitória bicolor

Nilson Cortinhas

Re-Pa é Re-Pa, com o perdão da redundância. O Paysandu perdia o clássico até os 40 minutos do segundo tempo, quando fez dois gols, na qualidade e na raça, e venceu o Remo por 2 a 1, em clássico realizado no estádio do Mangueirão, pelo jogo de ida da final do Campeonato Paraense 2020. O gol azulino foi de Eduardo Ramos. A vitória bicolor foi construída com tentos de Uilliam Barros, de bicicleta, e Netinho. 

Com o resultado, o Paysandu pode até empatar o jogo de domingo (06) que vai se sagrar campeão paraense da temporada. 

Acompanhe o lance a lance

Primeiro Tempo 

Foi um jogo de alternativas. Ninguém recuou. As estratégias estavam bem delimitadas: o Paysandu tentou propor o jogo, adiantando a marcação e tendo posse de bola. Do lado remista, posicionamento defensivo e velocidade no ataque.  

As chances mais claras foram surgindo. Aos 12, Alan Calbergue cruzou para a área. Nicolas recebeu e, dentro da pequena área, finalizou por cima do gol. Chance incrível desperdiçada. Minutos depois, a resposta azulina. Numa falha da zaga bicolor, o velocista Gustavo Ermel, na cara do gol, parou em Gabriel Leite. Era lá e cá. Impressionava, porém, a liberdade dada ao principal jogador do Remo: Eduardo Ramos. 

Aos 29, foi a vez de Vinícius Leite se livrar de dois marcadores e bater cruzado. Vinícius, o do Remo, pegou em dois tempos. Com a posse de bola, o Leão foi ousado. Gelson, por exemplo, era uma opção ofensiva. E em alguns momentos, adiantava a marcação tentando forçar a zaga bicolor ao erro. Conseguiu aos 34 minutos. PH perdeu a bola e proporcionou uma falta. A bola cruzada na área não foi concluída.   

Aos 38, a estratégia azulina surtiu efeito. O goleiro Gabriel Leite saiu errado. Gustavo Ermel conduziu a bola e bateu cruzado, Gabriel Leite falhou novamente ao dar rebote em uma bola aparentemente defensável. Na sobra, Eduardo Ramos finalizou com precisão. 1 a 0.

Eduardo Ramos marcou o primeiro gol (Cristino Martins)

Até o fim do primeiro tempo, o Paysandu pouco reagiu, apenas optando por bolas aéreas, sem sucesso. 

Segundo Tempo 

Os últimos 45 minutos iniciaram com erros técnicos de ambos. No caso do Papão, os equívocos afligiram já que o time estava atrás no placar. O nível do jogo caiu bruscamente. As chances de gol desapareceram. O jogo do Papão se baseou em lances individuais de Vinícius Leite e numa saída de bola com toque de bola e aproximação. Aos 19, depois de várias bolas cruzadas, Vinícius Leite driblou a marcação e, já dentro da área, chutou na zaga. O goleiro do Remo fez a defesa.

A partir dos 30 minutos, a pressão bicolor se consumou. Retraído, o Remo ficou sem válvula de escape após a saída de Eduardo Ramos, contundido. O jogo ficou quase que exclusivamente no campo de defesa azulino.  Aos 41, Netinho dividiu uma bola e sobrou para Uilliam Barros. De bicicleta, ele marcou o gol de empate. Golaço.

Uilliam Barros marcou o gol de empate do Papão (Thiago Gomes)

Dois minutos depois, um lance veloz e mortal. Na cara do gol, Nicolas demorou para finalizar, perdeu o tempo da bola e foi travado. Na sobra, Netinho dividiu com Vinícius e a bola entrou. 2 a 1. 

Ficha Técnica 

Paysandu - Gabriel Leite, Tony (Netinho), Perema, Micael e Bruno Collaço (Diego Matos); Uchôa, PH (Serginho) e Alan Calbergue (Luiz Felipe); Mateus Anderson (Uilliam Barros), Vinícius Leite e Nicolas. Treinador: Hélio dos Anjos 

Remo - Vinícius, Everton Castro, Rafael Jansen (Kevem), Fredson e Marlon; Lucas Siqueira, Gelson e Julio Rusch (Djalma); Gustavo Ermel (Laílson), Eduardo Ramos (Douglas Packer) e Tcharlles. Treinador: Mazola Jr 

Local: Estádio Mangueirão 

Árbitro: Bráulio da Silva Machado (FIFA-SC)

Assistentes: Danilo Ricardo Simon (FIFA- SP) e Neuza Inês Back (FIFA-SP)

Quarto árbitro: Andrey da Silva e Silva (CBF-PA)

Cartões amarelos: Bruno Colaço, PH, Nicolas (PSC); Julio Rusch, Gelson (R)

Cartões vermelhos: 

Futebol
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM FUTEBOL

MAIS LIDAS EM ESPORTES