Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Prêmios esquecidos das loterias somam mais de RS 2,5 bilhões

Entre os motivos do valor não ter sido resgatado está a perda do volante e bilhete sem registro

Paula Figueiredo

Segundo dados divulgados pela Caixa Econômica Federal, mais de R$ 2,5 bilhões em prêmios sorteados pelas loterias não foram resgatados pelos vencedores desde 2015. Só no ano passado R$ 586,8 milhões ficaram "esquecidos" no banco. 

VEJA MAIS

Mega Sena, Quina, Lotofácil: Aprenda como jogar na loteria e fique milionário em 2022
Cada jogo possui uma dinâmica própria com diferentes probabilidades de escolher os números e ganhar a bolada

Paraense vence quadra da Mega da Virada e revela segredos para acertar os números
Quina, Mega Sena, Lotomania, Lotofácil e outras loterias mexem com o imaginário de fortuna rápida em apostadores do Brasil

O maior prêmio único não resgatado foi de um apostador que perdeu R$ 162,2 milhões. A "fezinha", feita em São Paulo, acertou as seis dezenas da Mega da Virada de 2020, porém, a bolada não foi retirada pois o apostador não procurou a Caixa Econômica Federal no prazo máximo de 90 dias após o sorteio. O quase milionário chegou entrar com recurso no Procon paulista para tentar conseguir recuperar o valor, mas não teve sucesso.

Confira o valor dos prêmios esquecidos conforme o ano

  1. 2021 - R$ 586,8 milhões
  2. 2020 - R$ 311,9 milhões
  3. 2019 - R$ 331,9 milhões
  4. 2018 - R$ 332,2 milhões
  5. 2017 - R$ 326 milhões
  6. 2016 - R$ 320,4 milhões
  7. 2015 - R$ 301,3 milhões

Perda de bilhete e bolão não registrado

Alguns apostadores que não resgataram o dinheiro tiveram a sorte de acertar os números do sorteio, mas o azar de perder o bilhete. Como foi o caso de um vencedor de Minas Gerais, que receberia R$ 16 milhões, mas teve o volante jogado no lixo pela esposa. Outro que também não teve sorte foi um morador de Novo Hamburgo, no Rio Grande do Sul, que perdeu a fortuna após uma funcionária da Caixa esquecer de registrar a aposta.

Para onde vai o dinheiro esquecido dos prêmios?

O dinheiro é repassado integralmente para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), programa do governo federal que ajuda estudantes de baixa renda a cursarem o ensino superior.

(*Estagiária Paula Figueiredo, sob supervisão da editora de OLiberal.com Ádna Figueira)

Palavras-chave

Economia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM ECONOMIA

MAIS LIDAS EM ECONOMIA