Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Feira Internacional de Turismo é aberta na Estação das Docas

O ministro do Turismo Gilson Machado Neto esteve presente na abertura juntamente com autoridades locais e dos estados integrantes da região Norte e da Amazônia brasileira

Sérgio Chêne

Com uma intensa programação prevista para ocorrer até o próximo domingo, 28, foi aberta na noite desta quinta-feira, na Estação das Docas, a 9ª edição da Feira Internacional de Turismo da Amazônia (Fita). Este ano, o evento traz o tema 'Conectando negócios na Amazônia''. Na abertura que ocorre na Estação das Docas, contou com a presença do ministro do Turismo Gilson Machado Neto e autoridades dos estados integrantes da região Norte e da Amazônia brasileira.

A programação conta com atrações musicais, cursos de capacitação técnico-científica, palestras, press trips com profissionais de imprensa e influenciadores, além de um 'Feirão do Turismo', que reunir 40 estandes com exposições de serviços, produtos e projetos de cidades paraenses, dos estados participantes da Fita, além de empresas ligadas ao trade. A cidade de Parauapebas é a destaque do evento.

“A feira veio para integrar, congregar os estados da Amazônia, e ela é uma das sete maravilhas natural do mundo, mas não ocupa essa posição no turismo internacional, mas só unidos conseguiremos alcançar isso”, disse o secretário de Turismo do Estado, André Dias.

Dias destacou o empenho do Estado do Pará em desenvolver “uma série de estratégias de integração” como a Rotas Amazônicas Integradas (RAI). Com o apoio do Ministério do Turismo, o RAI se trata de um trabalho de promoção do turismo de pesca esportiva na região Amazônica e o desenvolvimento de alternativas para a divulgação conjunta dos estados com o com objetivo de reunir roteiros e atrativos turísticos para atrair turistas nacionais e internacionais. “Roraima lançou o Rotas Amazônicas Integradas na cidade de Boa Vista no dia 19 de maio e construímos a carta do Turismo da Amazônia”, disse Bruno Muniz, secretário de Turismo de Roraima, sobre a articulação em torno da estratégia.

Maior do mundo

Durante a visita ao estande do Ministério do Turismo, Gilson Machado Neto destacou a importância do setor. “O turismo é uma realidade que vai ser matriz na nossa economia, tão importante como o agronegócio. O turismo é uma opção de desenvolvimento e renda para população”, disse Machado Neto. Ele adicionou: “Estamos no centro do que vai ser a maior oportunidade do mundo de turismo de natureza”.

Gilson Machado falou ainda sobre os investimentos sobre infraestrutura para Amazônia. “O governo federal tem investido em portos e aeroportos, na vacinação também, hoje nós conseguimos mais de 20 bilhões em vacinas”.  Juntamente com demais autoridades, o ministro visitou os estandes.

 Feirão

No chamado Feirão do Turismo, a Prefeitura de Ananindeua, pela primeira vez na feira, apresentou em seu estande os atrativos naturais do município, como os quatro olhos d'água/balneários e ilhas, além do centenário Quilombo do Abacatal de 300 anos de existência. O principal atrativo são as ilhas, dentre elas Igarapé Grande, João Pilatos e Remanso. “É um compromisso nosso mostrar as belezas do nosso município, fomentar o turismo e tornar conhecida a Ananindeua insular”, afirmou o prefeito Dr. Daniel.

“É o uso de uma plataforma que integra toda a hotelaria dos 144 municípios, mas não só a hotelaria, mas também as agências do turismo receptivo, guias turísticos e promotores de evento”, disse o diretor de Turismo da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Pará (Fecomércio-Pa), Joy Colares, sobre o e-Marketplace Cooperativado do Turismo do Estado do Pará, uma rede colaborativa, inserida no universo da economia do compartilhamento, via web, apresentada no estande da federação.

Curiosidade no evento é também o projeto apresentado pelo município de São João de Pirabas. No estande, o visitante pode saborear iguarias como mel produzido a partir da flor do mangue e o queijo cultivado em área litorânea. “Esses produtos fazem parte do Território do Turismo Criativo da Amazônia Atlântica, nosso projeto que pretende oferecer aos turistas toda a realidade cultural, gastronômica e turística da cidade, é uma imersão”, garantiu o secretário de Turismo, Jean Barbosa.

A professora do Estado, Silva Pena, 55, levou a mãe e o irmão para conferir a apresentação cultural da cidade de Bragança e aproveitou para conferir os estandes da Fita. “Estamos aqui para acompanhar a apresentação do boi e estamos gostamos da programação”, afirmou.

Economia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM ECONOMIA

MAIS LIDAS EM ECONOMIA