Estradas de Ferro Carajás e Vitória a Minas são líderes em desempenho ambiental, diz ANTT

Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) mensurou quesitos como ações de preservação ambiental

O Liberal
fonte

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) aponta a Estrada de Ferro Carajás, no Pará, e a Estrada de Ferro Vitória a Minas, em Minas Gerais, administradas pela Vale, em 1º lugar entre as ferrovias brasileiras, em compromisso com o meio ambiente. A escolha da ANTT toma como base o Índice de Desempenho Ambiental (IDA) aplicado pelo órgão federal responsável pela concessão, fiscalização e regulação das ferrovias brasileiras.

Este ano, em uma escala de 0 a 1, o IDA conferiu a melhor pontuação para a Estrada de Ferro Carajás e a Estrada de Ferro Vitória a Minas. Gerente de Meio Ambiente do Corredor Norte da Vale, expressão que compreende as operações na mina, ferrovia e porto, Paulo Oliveira afirmou que o resultado da premiação mostra o compromisso da empresa com a prioridade de ações sustentáveis. "Este reconhecimento demonstra para Vale que estamos com a “locomotiva” seguindo para o caminho correto”, disse Oliveira.

VEJA MAIS

[[(standard.Article) Parauapebas, Canaã e Marabá lideram recebimento de royalties minerários no Pará]]

Na prática, o Índice de Desempenho Ambiental possibilita à ANTT incentivar as ferrovias a desenvolverem ações sustentáveis e de proteção ao meio ambiente. O IDA é formado a partir de quesitos como correta destinação de resíduos; reuso de água; controle de emissões; eficiência energética; relacionamento com moradores de cidades vizinhas às ferrovias; e iniciativas de preservação do meio ambiente.

Ao todo, o IDA avaliou 15 indicadores de desempenho socioambiental e 34 critérios, como: política ambiental Institucional, práticas e resultados obtidos pelas concessionárias.

Estrada de Ferro Carajás

A Estrada de Ferro Carajás tem 892 km de extensão e liga o Porto de Itaqui, no Maranhão, às províncias minerais da Serra dos Carajás, situada no município de Parauapebas, no sudeste do Pará. Ela é considerada uma estrada de ferro de alta capacidade, construída em bitola larga (1,60 m) e quase toda duplicada, tendo como principal produto transportado o minério de ferro in natura.

Já a Estrada de Ferro Vitória a Minas faz o transporte de carga de minérios e é a única ferrovia brasileira que realiza o transporte diário de passageiros, ligando Vitória a Belo Horizonte.

Sobre a melhor pontuação no IDA, na edição deste ano, a EFC se mantém nesta posição desde 2019, com constante evolução da nota. A Estrada de Ferro Carajás é detentora da certificação ISO 14001, uma norma internacional que define requisitos para implementação de um sistema de gestão ambiental eficaz, para garantir que as instituições desenvolvam práticas sustentáveis em seus negócios.

Economia
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM ECONOMIA

MAIS LIDAS EM ECONOMIA