Trabalho voluntário pode valorizar currículo

Analista de carreiras diz que voluntariado possibilita o desenvolvimento de habilidades importantes para o mercado

Redação Integrada

Desenvolver habilidades comportamentais e técnicas é essencial para atender requisitos das empresas que buscam novos trabalhadores. Uma das modalidades que merecem destaque no currículo, além de cursos e oficinas, é o trabalho voluntário, uma opção para superar a concorrência, por ser valorizado pelos recrutadores. 

Realizado pela Companhia de Estágios, um levantamento mostrou que 8,3% dos universitários entrevistados participam de algum trabalho voluntário como forma de investir mais na própria carreira. Em comparação aos anos anteriores, houve um aumento, já que, em 2018, 8% alegaram fazer voluntariado com o mesmo objetivo, enquanto, em 2017, o número foi de 7,5%.

Embora seja um crescimento tímido, o mercado costuma olhar com "bons olhos" para aqueles se envolvem com práticas sociais. De acordo com o analista de carreiras John Pablo, o trabalho vonluntário é essencial porque possibilita o desenvolvimento de outras habilidades importantes para o ambiente corporativo.

"Quando o profissional tem experiência com voluntariado, ele desenvolve empatia e se coloca mais no lugar do outro, isso tem tudo a ver com trabalho em equipe. Ele também tem um diálogo aberto, é mais humano, mais sensível, tem maior concentração e busca resolver problemas com mais frequência, porque tem uma visibilidade diferente, além de ter mais chance de liderar e ter iniciativa", explica o especialista.

Para John, o desenvolvimento de habilidades não é a única vantagem, uma vez que, também é possível aumentar a rede de relacionamento. Ele acredita que deixar uma marca positiva para o maior número de pessoas possível é uma boa estratégia de crescimento profissional. "O trabalho voluntário permite aumentar o networking, e isso é algo que todo profissional deve ter, no entanto, para um universitário é ainda mais importante, pois ele está no início da carreira e um bom contato pode abrir muitas portas".

Participar de voluntariado, portanto, não faz bem apenas para quem recebe o impacto da ação, mas também para quem pratica, já que a tarefa, mesmo não sendo remunerada, cria um senso de responsabilidade e de equipe, qualidades requisitadas pelos profissionais de qualquer área de atuação.

"Além dos critérios para preencher o currículo, como experiência e formação, a gestão de pessoas tem se modificado. O setor passou a aderir novos critérios para avaliar o candidato, e o trabalho voluntário, desenvolvido com qualquer área social ou profissional, causa um olhar diferente, é positivo na escolha do currículo", disse.

O analista ainda destacou que muitas empresas valorizam este tipo de atividade no currículo e que em alguns casos pode até ser um fator de desempate entre vários candidatos. No entanto, alertou para que os profissionais não deixem de buscar inovações para a carreira. "Uma coisa não substitui a outra. As pessoas precisam fazer cursos de idioma, outros cursos, palestras, ir a eventos. Mas quem agrega tudo isso ao trabalho voluntário passa a ideia de que busca, na sua totalidade, atender os pré-requisitos do mercado".

Por último, o especialista ressaltou que qualquer tipo de trabalho voluntário é bem-vindo, independente da área de estudo. Pode ser algo que envolva uma organização de eventos, um trabalho para uma Organização Não Governamental (ONG) ou até mesmo alguma atividade que a própria universidade possibilite dentro ou fora dela. Existem várias opções de voluntariado, então, cabe ao estudante ver o que combina com o próprio perfil.

Concurso e Emprego
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS CONCURSO E EMPREGO