ANP: preço médio do etanol sobe em 15 Estados e no DF na semana

Nos postos pesquisados pela ANP em todo o País, o preço médio do etanol caiu 0,18%, a R$ 2,741, em comparação com R$ 2,746 na semana anterior

Agência Estado

Os preços médios do etanol hidratado subiram em 15 Estados e no Distrito Federal nesta semana, de acordo com levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) compilado. A cotação do biocombustível caiu em outros 10 Estados e ficou estável no Amapá.

Nos postos pesquisados pela ANP em todo o País, o preço médio do etanol caiu 0,18%, a R$ 2,741, em comparação com R$ 2,746 na semana anterior. Em relação aos últimos 30 dias, quando o preço era de R$ 2,681, a alta foi de 2,24%.

Em São Paulo, principal Estado produtor, consumidor e com mais postos avaliados, a cotação média do hidratado ficou em R$ 2,553, representando elevação de 0,08% ante a semana anterior (R$ 2,551) e subiu 2,41% na comparação com os últimos 30 dias (R$ 2,493). No Tocantins, o biocombustível registrou a maior alta porcentual na semana, de 3,69%. A maior queda semanal, de 2,28%, foi verificada na Bahia.

Na comparação mensal, os preços do etanol subiram em 17 Estados e no Distrito Federal e cederam em outros 9 Estados. O Estado que registrou a maior alta porcentual na comparação mensal também foi Tocantins, com elevação de 9,07% no preço do etanol hidratado. A queda mais expressiva foi verificada no Amapá (-6,23%).

O preço mínimo registrado na semana passada para o etanol em um posto foi de R$ 2,099 o litro, em São Paulo, e o menor preço médio estadual, de R$ 2,553, também foi registrado em São Paulo. O preço máximo individual, de R$ 4,79 o litro, foi verificado em um posto do Rio Grande do Sul e do Ceará. O Rio Grande do Sul também teve o maior preço médio, de R$ 3,954.

 

Economia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!