Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

'Visagens e Assombrações de Belém' completa 50 anos com programação cultural

O best-seller paraense, do saudoso escritor Walcyr Monteiro, será lembrado na Casa das Artes com feiras de livros de terror, bate-papo com autores e exibição de filmes.

Enize Vidigal

O best-seller paraense “Visagens e Assombrações de Belém”, do saudoso escritor e jornalista Walcyr Monteiro, completa meio século. No dia 7 de maio de 1972, o jornal A Província do Pará publicou “A Matinta-Perera do Acampamento”, que foi a primeira história da série resultante de uma pesquisa de causos populares, iniciada nos Anos 60, e, posteriormente, reunida no livro, em 1986. As comemorações iniciam nesta sexta-feira, 6, com uma programação especial no Centro de Cultura e Turismo Sesc Ver-o-Peso e terão, ainda, atividades na Casa das Artes, entre os dias 11 e 14 deste mês.

O filho do autor e curador da obra dele, advogado Átila Monteiro, fundou uma editora com o nome do pai para dar continuidade à publicação das 35 obras deixadas por Walcyr. “Visagens e Assombrações de Belém” já teve oito edições e a 9ª edição já está sendo preparada. O escritor faleceu em 29 de maio de 2019, aos 79 anos.

“Fiz uma promessa para o meu pai de dar continuidade a esse legado, enquanto eu viver. Ele tinha uma preocupação muito grande com a valorização do nosso folclore, em fazer com que as histórias da nossa cultura não fossem esquecidas”, recorda Átila. 

“Enquanto (a obra de Walcyr) tiver sendo publicado, sempre o papai vai estar vivo e ele vai estar feliz. Era uma missão dele, ele entendia que não poderíamos deixar a ‘cultura alienígena’ (Halloween), como ele chamava, substituir as histórias da nossa cultura, que precisamos cultivar, perpetuar e levar ao conhecimento das novas gerações”, acrescenta.

Ao partir, Walcyr deixou ainda dois livros prontos para publicar com histórias inéditas sobre visagens e assombrações. “A gente pretende vencer a falta de patrocínio e de incentivo para a adoção por alguma escola, alguma entidade cultural dessas obras”, informa o editor.

Programação

A comemoração será aberta nesta sexta-feira, 6, no Centro de Cultura e Turismo Sesc Ver-o-Peso, com um evento fechado para convidados. A programação aberta ao público acontecerá na Casa das Artes, da Fundação Cultural do Pará (FCP), nos dias 11, 12, 13 e 14 deste mês, com a exposição das obras, a exibição dos filmes baseados nas lendas e assombrações registradas por Walcyr Monteiro e uma Feira de Livros Assombrosos voltadas somente às obras temáticas.

No dia 11, às 17h, Átila; o diretor da Casa das Artes, escritor Alfredo Guimarães Garcia; a professora Elizabeth Orofino; e os escritores Juraci Siqueira e Paulo Maués participam de uma mesa de abertura, seguida de mostra de vídeo, incluindo o curta-metragem “A moça do Táxi” e a animação stop motion “Visagem”.

De 11 a 13, das 9h às 17h, haverá a feira e bate-papo com diferentes autores paraenses, sempre às 10h e às 15h. No dia 14, a programação será encerrada com a presença dos filhos de Walcyr, às 10h, seguida da apresentação musical do Coletivo Cunhantã.

 “A importância de Walcyr para a literatura amazônica é igual a importância dos irmãos Grimm para a Alemanha. A coleta de textos, a pesquisa antropológica tem uma importância que deveria ter sido reconhecida nacionalmente. Em todas as faixas etárias, todas as classes sociais não há ninguém que não tenha ouvido falar, e isso num país que não lê, numa terra que não tem memória e que não incentiva os seus autores regionais. Então essa é a importância do evento”, destaca Alfredo Garcia.

Agende-se:

Programação comemorativa aos 50 anos de “Visagens e Assombrações de Belém”

Dias: 11 a 14

Hora: Das 9 às 17h

Local: Casa das Artes (Rua Dom Alberto Gaudêncio Ramos, 236, ao ladod a Basílica de Nazaré)

Entrada franca

Cultura
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA