Reiner lança 'Por Acaso Sob o Sol' em parceria com Arthur Nogueira

Com uma sequência de três singles, artista vai lançar ainda 'Fica Mais um Pouquinho' e 'Vício' no dia 13 dos meses de setembro e outubro

Ana Carolina Matos

Aos 23 anos, Reiner vem se mostrando como um dos jovens músicos que fertiliza a cena independente do pop paraense. O músico lança uma sequência de três singles - que marcam uma fase mais madura dos quatro anos de carreira - sempre no dia 13 dos meses de agosto, setembro e outubro.

O primeiro trabalho em parceria Arthur Nogueira, "Por Acaso Sob o Sol" está disponível nas plataformas de streaming a partir desta terça-feira, 13, e conta, ainda com um lyric vídeo no Youtube. Para marcar a nova fase, o artista faz um show no próximo dia 17 de agosto, na Casa do Fauno, a partir das 21h30. Os ingressos custam R$ 10.

No show, o músico promete apresentar pela primeira vez os outros dois singles ainda não lançados na Internet: "Fica Mais um Pouquinho" e "Vício", o último em parceria com Sammliz.

O artista divide o palco com Arthur Nogueira e na banda toca o baixista José Roberto Azevedo, o guitarrista Lucas Torres e o baterista Junhão. "O show foi todo reestruturado na parte técnica, estamos bem mais entrosados tocando juntos, eu e a minha banda. Tudo tá fluindo com muito mais naturalidade e com toda essa naturalidade a gente vai apresentar as três músicas novas nesse show", comenta.

Os temas abordados nos singles vêm mais reflexivos e, em "Por Acaso Sob o Sol", a reflexão cai sobre a libertação de algumas amarras sociais. "O single foi feito em parceria com o Arthur Nogueira, que se baseou no lema fascista 'Deus, pátria e família' pra compor a letra. Então a música fala sobre liberdade, sobre não se prender a pessoas ou religiões para poder viver, tomar atitudes, pensar. Tem um verso em que ele fala 'sou um homem, sou um deus, pode crê'. Acho que essa é a mensagem principal da música. Todos somos deuses, autônomos e livres para fazer o que bem entendermos", explica Reiner.

Para Reiner, há uma conexão entre os três novos trabalhos. "Os três singles se conectam de uma forma bem legal. Nos outros dois que vêm por aí, eu falo sobre sexo e vícios no geral - o último tem a participação da Sammliz, inclusive. Esse primeiro single vem pra falar sobre liberdade e nas outras músicas eu mostro que devemos sempre ser atentos com as pessoas que nos relacionamos e com as coisas que ingerimos. A liberdade pode te aprisionar se não ficares atento", aconselha. "Eu penso que devemos ser livres sempre com os pés no chão, sendo donos de nós e nada mais", continua.

Guitarra, sintetizadores e beats de rap desacelerados dão o tom do estilo do artista que se inspira no lo-fi pop, hip-hop e na música psicodélica para trazer um som único aos trabalhos. Em 2016, o músico lançou o álbum “Filho da Nuvem” e, dois anos depois, “In The Sun” ganhou as plataformas de streaming em 2018.

Para o artista, o lançamento da série de singles marca um momento de mais maturidade na carreira. "Musicalmente falando eu me encontro muito mais maduro. Acho que consegui imprimir muito bem as intenções que eu queria passar em cada acorde, nota e elemento rítmico que as pessoas conseguirão ouvir nesses sons", explica o cantor e compositor.

Agende-se:

Show de Reiner com participação especial de Arthur Nogueira
Data: dia 17, a partir das 21h30, na Casa do Fauno (R. Aristides Lobo, 1061)
Ingressos: R$ 20

Música
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!