Marcos Mion é o homem casado que viveu romance com Deborah Secco

A esposa de Mion na época ficou sabendo de tudo

Redação Integrada com informações de Extra

Após Deborah Secco revelar no canal de Thais Fersoza que, antes do atual marido, Hugo Moura, viveu uma relação de dez meses com um homem casado, o escolhido foi revelado: Marcos Mion.

Os dois encenaram a peça "Mais uma vez amor", em 2014. À época, a atriz era solteira e eles já se conheciam de outros trabalhos. Durante os ensaios, entre junho e julho, o casal saiu dos palcos para a vida real.

No entanto, Mion vivia, até então, um sólido casamento com Suzana Gullo, que ficou sabendo de tudo.

Os rumores sobre o romance entre eles começaram enquanto a peça era encenada. Em outubro de 2014, Deborah negou o romance. Mion chegou a aparecer em seu programa sem aliança, aumentando os rumores de uma separação para ficar com a atriz.

A peça ficou em cartaz por apenas quatro meses, sem retomar após o recesso de férias. Mion viajou com a família para os Estados Unidos e Deborah ficou no Brasil e conheceu seu atual marido.

Em dezembro de 2014, Suzana publicou uma foto sozinha com os filhos e escreveu "Agora somos só nós". A foto foi apagada logo depois. No mesmo dia, a sogra de Mion escreveu no Twitter: "O pior traidor era aquele que estava na mesma casa". O tuíte também foi deletado. Suzana negou problemas em seu relacionamento.

(Reprodução Twitter)

Mion e Suzana ficaram separados por um período, mas reataram e seguem casados há 14 anos.

Deborah demorou a assumir o romance com Hugo e negou que estivessem juntos. Logo depois, eles estavam esperando uma filha. Eles se casaram e seguem juntos.

Celebridades
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM CULTURA