Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

32ª edição do Circular Campina Cidade Velha tem programação especial de Dia dos Pais

Entre as atrações estão música, literatura, artes cênicas, contação de histórias, oficinas, artes visuais e dicas de bem estar

Redação Integrada

A programação da 32ª edição do Circular Campina Cidade Velha terá mais uma versão virtual amanhã, 9, das 8h às 22h, por meio das redes sociais. Na programação, música, literatura, artes cênicas, contação de histórias, oficinas, artes visuais, cultura alimentar, dicas de bem estar e meio ambiente vão animar o Dia dos Pais. 

Pela manhã, a instrutora de Yoga Tunga Vydia Devi Dasi vai ensinar técnicas com objetivo de aguçar a percepção corporal e também as conexões com o universo. Os pais também vão ganhar de presente “Alma Leve”, obra de homenagem poética, por Carol Abreu e Marcos Campelo.

Também nesta edição, Daniel Oliveira, do projeto Verde Cidadão, traz dicas de como fazer uma horta em casa; Mayara Oliveira, da Associação Amigos de Belém, mostra como fazer a reutilização de vidro em casa e a artesã Nai Nóvoa, da Garden Art, compartilha seu amor e trabalho com plantas. Já o espaço Boca da Terra exibe vídeo sobre as curiosidades da grama do trigo, benefícios e dicas de cultivo.

Há também vídeos educativos do Casarão do Boneco sobre a covid-19. E, em seguida, a contação de “Os Ibejis enganam a morte”, com Lucas Alberto, da Cia Sorteio de Contos, uma representação inspirada no conto homônimo do livro Mitologia dos orixás.

Na ocasião, o Circular apresenta ao público a revista digital número 7 e explica como funciona o Edital, aberto nesta semana, para receber propostas de oficinas para serem realizadas dentro do 2º Ciclo de Ações Educativas do Circular que inicia em setembro.

A escritora paraense Monique Malcher também estará na programação deste domingo, lendo  o conto  “Boca de lobo”, que abre o recém-lançado “Flor de Gume”. O Comitê Arte Pela Vida traz mais literatura à edição com a programação “Leituras poéticas”, com Loren Rodrigues.

Acervo de museus e registros

O Sistema Integrado de Museus apresenta o projeto “Bora pro Museu”, que traz vídeos documentais sobre os acervos dos museus do Estado. Os pais também vão ganhar de presente “Alma Leve”, uma homenagem poética de Carol Abreu e Marcos Campelo.

Tem mais vídeos na ação digital do Coletivo Aparelho, que mostrarão imagens das ações que ocorreram nos últimos meses; e sobre o projeto Rede Entre Marés, na Comunidade do Porto do Sal. No vídeo exposição “A Metamorfose da Mulher Casulo” , o público também confere a sensibilidade da artista Nina Aragão. A programação também conta com a Roda de Chorinho, com o Mercado do Choro.

Dança e ancestralidade estão na performance “Entre o Fundo e o Meio do Céu”, com Lu Borges. Já o vídeo “Pra que ter medo de não ser feliz” traz música e poesia com Mateus Moura e Larissa Medeiros.

Fotografia e oficinas

O  Ateliê Jupati mostra ao público o projeto Rolê de Pai&Filha, uma proposição do fotógrafo Maycon Nunes. Já na mostra “Quem são os habitantes da Amazônia”, vários fotógrafos fazem um recorte da história da identidade amazônica. Enquanto isso, a exposição “Retratos de Bolso” traz à programação os resultados da oficina em que se utilizou exclusivamente de câmeras de celular, ministrada por Deia Lima.

“Belém de Todas as Cores” retrata a comemoração ao aniversário de Belém; “Por Afeto” reúne mostra colaborativa em favor do fotógrafo humanístico João Ripper; “Retrato com Luz Natural” é resultado de um exercício fotográfico realizado por Valério Silveira, com auxílio da modelo Karol Amorim. Também haverá uma homenagem à amiga e colega de StudioDez Rosemeire da Silva Marques.

O StudioFDezBelém traz exposições e exercícios fotográficos. Entre as oficinas, haverá a “FAZ – Fotografia de A a Z”, dirigida por Valério Silveira e Jorge Teixeira, além de técnicas avançadas em Fotografia Digital, com Jorge Teixeira. Em outra oficina, intitulada “Em algum lugar do passado”, uma equipe de fotógrafos criam cenários e figurinos com intuito de transportar os participantes no tempo.

Lives e visita guiada

Nesta edição haverá quatro lives. A primeira, pela manhã, vai abordar “O patrimônio do arquiteto Landi no Centro Histórico de Belém”, proposta do projeto Roteiros Geoturísticos, pelo instagram da professora Goretti Tavares e da arquiteta Elna Trindade.

Pela tarde, o Candeeiro promove uma visita guiada ao vivo pela exposição “Diálogos no Silêncio”. A exposição ficará com livre acesso ao público até o dia 10 de setembro, por meio do site. O espaço também realiza a live “NORTE (ando) pensamentos no processo”, pelo Facebook do projeto “Café com Artista”.

À noite, a Fotoativa promove uma live com o Casarão do Boneco, via Youtube e Facebook do Circular sobre gestão de espaços culturais independentes em tempos de pandemia. Para encerrar, a live é musical, com Félix Robatto, da Lambateria. A transmissão será pelo canal de Youtube do Circular Campina Cidade Velha.

A realização é da Associação Amigos de Belém e Equipe Gestora Circular, com patrocínio Lei Rouanet, Ministério do Turismo, Governo Federal, por meio do Banco da Amazônia e Alubar.

Cultura
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA