Carlos Ferreira

Jornalista, radialista e sociólogo. Começou a carreira em Castanhal (PA), em 1981, e fluiu para Belém no rádio, impresso e televisão, sempre na área esportiva. É autor do livro "Pisando na Bola", obra de irreverências casuais do jornalismo. Ganhador do prêmio Bola de Ouro (2004) pelo destaque no jornalismo esportivo brasileiro.

Um tri ou um bi nesta decisão da Série C?

Carlos Ferreira

O Vila Nova tem dois e o Remo tem um título na Série C. Portanto, esta decisão vai resultar num bi ou num tricampeão. E nem mesmo os tantos desfalques tiram do Leão Azul a possibilidade de êxito no jogo de Goiânia, amanhã. O time até que está recomposto razoavelmente: Vinícius; Ricardo Luz, Fredson, Gilberto Alemão, Laílson; Lucas Siqueira (?), Gedoz, Eduardo Ramos; Wállace, Eron e Tcharlles, provável escalação.

Conquistado e festejado o acesso, os dois times vão jogar bem abaixo da intensidade que tiveram nos jogos mais decisivos. Como agravante, desfalques por Covid no Leão e desgaste por recomeço com maratona de jogos para o Tigre goiano. Decisão aberta a todas as possibilidades, para a concepção de um bi azul marinho ou um tri vermelho.

Uchôa e Paysandu, relação sentimental

O Paysandu contratou Anderson Uchôa, em 2019, ciente de que precisava recuperá-lo de um problema clínico no pé. Foi o que aconteceu, e o atleta manifesta gratidão. Mais que isso, Uchôa já deu resposta suficiente em campo para merecer mais um contrato. E o Paysandu o faz até por saber que haveria concorrência.

O sergipano Uchôa, destaque do Fortaleza em 2017 no acesso à Série B e do Papão nas duas últimas temporadas, é um "volante" multifuncional. Marca muito, constrói jogadas, ataca e faz gol, além de exercer liderança. Lesionado, na região pubiana, fez uma falta imensa ao time bicolor no quadrangular do acesso. Uchôa e Paysandu têm uma relação tão sentimental quanto profissional.

BAIXINHAS

* O Paysandu pode estimar em cerca de R$ 5 milhões e o Remo em cerca de R$ 6 milhões o que deixaram de ganhar em bilheteria, nesta temporada, por causa da pandemia. Os dois clubes poderiam estar bem resolvidos financeiramente se tivessem venda de ingressos nas finais do Parazão e na Série C.

* Eduardo Ramos (Corinthians 2008 e Joinville 2014, na Série B) e Lucas Siqueira (Macaé 2014, na Série C) são os dois jogadores do Remo com título brasileiro no currículo. Felipe Gedoz tem três títulos conquistados na Bélgica e um com a seleção brasileira de novos, em 2014, num torneio na China.

* Ailton Costa e Jean Rodrigues juntos na direção técnica do Paysandu, até que chegue o novo técnico. Missão imediata: reajustar o time para o jogo de quinta-feira contra o Galvez, pela Copa Verde.

* O nome, o histórico e o perfil do futuro comandante bicolor vai indicar o que o clube pretende. Se virá arrojado nas contratações para reanimar a torcida ou se virá comedido, medindo cada passo, pronto para superar pressões na reconstrução do time.

* Em dois jogos, 0 x 0 em Belém e 0 x 0 em Goiânia. Na Serie C, defesas consistentes e artilharias medianas, campanhas semelhantes. Remo x Vila Nova, agora é "tira cisma" na decisão do título.

* Como terá que cumprir os seus 19 mandos de jogos da Serie B no Baenão, o Remo terá que providenciar campo de treinamento. É que a CBF proíbe treinos em locais de jogos das Séries A e B.

* Wanderlan, ou apenas Derlan, um volante que volta ao Ninho do Japiim para tornar o Castanhal ainda mais promissor em 2021. Derlan foi uma das principais peças do Manaus na subida do clube para a Série C.

Carlos Ferreira
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CARLOS FERREIRA