Carlos Ferreira

Jornalista, radialista e sociólogo. Começou a carreira em Castanhal (PA), em 1981, e fluiu para Belém no rádio, impresso e televisão, sempre na área esportiva. É autor do livro "Pisando na Bola", obra de irreverências casuais do jornalismo. Ganhador do prêmio Bola de Ouro (2004) pelo destaque no jornalismo esportivo brasileiro.

Porque o Paysandu rejeita as férias e o atleta do Remo que parece mais um paciente

Carlos Ferreira

Por que o Papão rejeita as férias?

Quase a totalidade dos clubes brasileiros deu férias aos jogadores de 1° a 20 de abril. O Paysandu não aderiu. Os profissionais bicolores seguem cumprindo programação de treinos em casa, sob orientação e monitoramento do preparador físico André Ferreira. Por que o Papão rejeita as férias?

Além de manter as atividades, o clube diz não acreditar na conclusão do campeonato estadual. Discurso e prática afinados na estratégia de chegar em vantagem física para eventual recomeço do Parazão. Essa é uma dedução do colunista! O Paysandu precisa muito desse título, por estar em jejum de conquistas, especialmente nessa gestão. E se é mesmo uma estratégia, parece legítima.

 

Dudu Mandai, mais que atleta, um paciente

Em 2019, Dudu Mandai esteve em 38 dos 50 jogos do São José/RS. Foi titularíssimo e principal destaque do time gaúcho na Série C. No Remo, este ano, porém, não esteve em nenhum dos 10 jogos oficiais, no Parazão e na Copa do Brasil. Mais que um atleta, foi um paciente sob cuidados dos médicos azulinos, em tratamento de lesões. Justo quando estava pronto para estrear, veio a paralisação do futebol imposta pelo novo coronavírus.

No recomeço das atividades, Dudu Mandai terá concorrência do garoto Ronald e de Ronael, que vinha jogando abaixo do potencial, mas deve finalmente entrar em forma. Até porque se não voltar bem, Ronael terá como provável destino a demissão.

 

BAIXINHAS

* Se Dudu Mandai deve estar ansioso para estrear, Carlos Alberto tem motivo para ansiedade muito maior pela reestreia no Leão e no futebol. O meia passou seis meses em tratamento de uma doença rara no sangue, sem saber se voltaria a jogar.

* Recuperado, Carlos Alberto é hoje uma inspiração para quem está apavorado com o coronavírus. Um vitorioso! Seguramente, terá dias de glória com a camisa azulina na nova fase da vida. Talento e persistência ele tem.

* Clubes precisam avançar nas tratativas do destino do Parazão neste fim de semana. Se não chegarem à videoconferência com um acordo, não será no debate que vão se entender. A videoconferência da FPF será na próxima segunda-feira.

* Competição de Free Fire (jogo eletrônico de ação), com direito a Re-Pa amanhã em transmissão ao vivo pelo oliberal.com. Grande sacada para esse período de isolamento social. Lukinha pelo Remo e Afonso (terceiro goleiro) pelo Paysandu serão os comentaristas das ações dos cyberatletas.

* Também amanhã, de 9 às 18 horas, arrecadação de donativos no Baenão e Curuzu: roupas, calçados, lençóis e materiais de higiene pessoal para necessitados, nessa crise produzida pelo novo coronavírus. O Fred Fire é um grande sucesso do entretenimento em todo o mundo.

Carlos Ferreira
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!