CARLOS FERREIRA

Jornalista, radialista e sociólogo. Começou a carreira em Castanhal (PA), em 1981, e fluiu para Belém no rádio, impresso e televisão, sempre na área esportiva. É autor do livro "Pisando na Bola", obra de irreverências casuais do jornalismo. Ganhador do prêmio Bola de Ouro (2004) pelo destaque no jornalismo esportivo brasileiro. | ferreiraliberal@yahoo.com.br

Parazão: o valor de uma agenda positiva

Carlos Ferreira
fonte

A prevenção de problemas nunca terá a mesma repercussão do próprio problema. Faltando dois meses para a abertura do Parazão 2023, é justo destacarmos as providências antecipadas tão cobradas (da FPF) que agora vemos acontecendo. As mais relevantes são voltadas para as condições dos estádios.

Se necessário, serão usados da verba da meritocracia até R$ 100 mil em melhorias complementares de gramados. Independente disso, uma equipe da FPF está avaliando os estádios e mostrando às prefeituras e clubes o que precisam resolver. Está dado o prazo até 6 de dezembro para apresentação dos laudos dos estádios: Engenharia Civil, Polícia Militar e Bombeiros, além da Vigilância Sanitária. Serão programados exames antidoping de surpresa, em jogos e em treinos. Haverá arbitragem de vídeo na decisão do título, podendo haver também nas semifinais.

Isso tudo significa uma agenda positiva de notícias, como nunca houve meses antes do nosso campeonato estadual. Constatação animadora!

Prevenção contra a máfia das apostas

Em todas as regiões do país viraram casos de polícia investidas da máfia das apostas eletrônicas na fabricação de resultados em competições regionais. Preventivamente, pela integridade do Parazão, a FPF está firmando convênio com empresa para monitoramento de apostas eletrônicas.

A máfia age corrompendo jogadores em condições financeiras mais apertadas e fraqueza de caráter, inclusive para a fabricação de escanteios, faltas, cartões, pênaltis, gols... No Brasil, são cerca de 130 jogos sob suspeita de manipulação. No mundo, mais de mil jogos. 

BAIXINHAS

* Estádios de Capitão Poço, Canaã do Carajás, Parauapebas e Santa Isabel estão nos planos da FPF para jogos do Parazão. O Castanhal está habilitando o seu CT para o padrão mínimo de estádio e deverá receber jogos, menos contra Remo e Paysandu. Isso porque o Modelão está fechado, em obras.

* Jogos oficiais não podem ocorrer em Centros de Treinamentos. Por isso, o Castanhal trata de dotar o campo principal do seu CT de vestiários, cabines de imprensa e outros itens básicos, com urgência, para elevá-lo a estádio e usá-lo em jogos do Parazão que não incluam Leão e Papão. O campo principal do Japiim já é fechado com alvenaria e blindex no entorno.

* O Mangueirão, agora uma moderníssima arena com 51 mil lugares, é o grande avanço estrutural do futebol paraense, com inauguração prevista para 26 de fevereiro, no primeiro Re-Pa do Parazão.

* Para as emoções com bola rolando, agora é Copa do Mundo, com o Brasil em busca do hexa. Mas os bastidores dos clubes também vão render fatos e notícias. No Remo é tempo de contratações e no Paysandu a fase é de campanha eleitoral para as eleições de 7 de dezembro. Em seguida, atividades de pré-temporada.

* A Copa em período atípico provoca situações inéditas. Uma delas ocorre na Copa Verde. A edição de 2022 terminou ontem e a de 2023 já começa em fevereiro. Isso significa um curto reinado para o atual campeão.

* Está criada a expectativa de ingerência do governador Helder Barbalho junto ao novo governo federal e CBF para viabilização de patrocínio para a Copa Verde, com a retomada das ações de sustentabilidade. Afinal, é o momento mais apropriado para o futebol contribuir na causa ambiental com times da Amazônia e do Pantanal, no calor das discussões climáticas. 

Carlos Ferreira
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CARLOS FERREIRA