Carlos Ferreira

Jornalista, radialista e sociólogo. Começou a carreira em Castanhal (PA), em 1981, e fluiu para Belém no rádio, impresso e televisão, sempre na área esportiva. É autor do livro "Pisando na Bola", obra de irreverências casuais do jornalismo. Ganhador do prêmio Bola de Ouro (2004) pelo destaque no jornalismo esportivo brasileiro.

Leão e Papão em passos cruciais na Série C

Carlos Ferreira

Ferroviário, um adversário inflamado para o Paysandu. Botafogo/PB, um adversário revigorado para o Remo. A rodada tem passos cruciais para os dois times paraenses, com possibilidades para o Leão antecipar a classificação e para o Papão engatilhar a passagem à segunda fase.

O Ferroviário vem inflamado porque se perder dá adeus à classificação. Pelo que disseram alguns atletas durante a semana, esse é o jogo da vida deles e vão investir esforço máximo. Os bicolores precisam ir a campo com o mesmo espírito de bravura.

O Botafogo está revigorado pelas vitórias sobre Imperatriz e Vila Nova. O time melhorou muito em todos os aspectos, na chegada do técnico Evaristo Pizza. Missão dificílima para o Leão, que até com empate pode garantir classificação, se outros resultados ajudarem.

Cartões amarelos causam preocupação

O risco de suspensões é preocupante para o Remo e mais ainda para o Paysandu. O Leão tem cinco atletas pendurados (dois cartões amarelos). Os titulares Mimica, Lucas e Wállace, além de Gelson e Fredson. No Papão, os titulares Nicolas, PH, Uillian Barros e Juninho, além de Alex Maranhão, Serginho e Wesley Matos.

Nesse afunilamento, em que os jogos são mais decisivos, algumas perdas podem ser impactantes. Também por isso, e pelo estado de tensão, os pendurados ficam mais expostos ao risco do terceiro amarelo.

BAIXINHAS

* Os cartões amarelos serão zerados para a segunda fase. Menos para quem receber o terceiro na última rodada desta fase. Para azulinos e bicolores, no Re-Pa, dia 5 de dezembro, jogo sempre mais tenso que todos os outros.

* Jogo Botafogo x Remo terá duelo de atletas que já brilharam na elite nacional: o meia remista Felipe Gedoz, que ainda trata de se afirmar no novo clube, e o goleiro botafoguense Felipe, ex-Flamengo, grande destaque do time paraibano neste campeonato.

* Jogo Paysandu x Ferroviário é especial para três atletas: os irmãos gêmeos Micael, zagueiro do Papão, e Nicolas, goleiro do Ferrim, em mais um duelo familiar, e para o meia paraense André Mensalão, ex-Tuna e Ananindeua, titular do time cearense, com 13 jogos e dois gols nesta Série C.

* Título do Remo na Série C, que completou 15 anos na última sexta-feira, foi fruto de uma saga plena de superação. O Remo venceu suas próprias mazelas, com salários atrasados, cresceu dentro da competição e se agigantou para o jogo final (2 x 1 sobre o Novo Hamburgo, no Rio Grande do Sul) depois de uma emocionante sessão de agradecimentos do presidente Raphael Levi aos atletas, na véspera, por compreensão e cumplicidade. História inspiradora!

* Série C vai terminar dia 31 de janeiro. A Copa Verde vai começar 11 dias antes, mas com a fase preliminar. Se Remo ou Paysandu chegar à decisão da Série C, não terá jogos da Copa Verde atrapalhando o calendário. Ainda bem...!

Carlos Ferreira
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CARLOS FERREIRA