Carlos Ferreira

Jornalista, radialista e sociólogo. Começou a carreira em Castanhal (PA), em 1981, e fluiu para Belém no rádio, impresso e televisão, sempre na área esportiva. É autor do livro "Pisando na Bola", obra de irreverências casuais do jornalismo. Ganhador do prêmio Bola de Ouro (2004) pelo destaque no jornalismo esportivo brasileiro.

Brigatti e Salatiel buscam segundo acesso seguido

Carlos Ferreira

O técnico do Paysandu e o atacante do Remo estavam juntos em 2019 no acesso do Sampaio Corrêa. Agora, como adversários, em Belém, João Brigatti e Salatiel têm o objetivo comum de conquistar o segundo acesso seguido à Série B.

Os dois estiveram na presente Série B pela Ponte Preta e Náutico, mas voltaram à Série C no Papão e no Leão, ambos com grande importância neste momento. Brigatti pela liderança na grande reação do Paysandu, em alta com a torcida bicolor, e Salatiel pelas funções táticas e pelos gols no Remo, já com os afagos de xodó da torcida azulina. Em 9 jogos ele tem quatro gols pelo Leão. Artilharia acima do que fez ano passado no Sampaio Corrêa (8 gols em 23 jogos) e este ano no Náutico (dois gols em 24 jogos).

Londrina trata jogo como engatilhamento do acesso

Com quatro pontos, o Londrina projeta vitórias em casa sobre Paysandu e Ypiranga para atingir 10 pontos e conquistar vaga na próxima Série B. Isso indica jogo muito tenso na segunda-feira, entre Paysandu e Londrina, por ser jogo-chave para ambos. Afinal, vale o engatilhamento do acesso!

Não é exagero dizer que se trata do jogo mais importante do ano, até então, para o Paysandu. Os atletas precisam ser conscientizados disso, para esforço, atenção e esmero proporcionais a tudo que estará em disputa. É hora para o máximo de cada um.

BAIXINHAS

* Paulo Bonamigo está próximo de dar ao Remo o que não conseguiu no Fortaleza, em 2017. Este acesso à Série B é uma obstinação para os remistas. Em 2000, Bonamigo teria levado o Leão à Série A, se a CBF não tivesse "cassado" a vaga.

* Jogo aéreo defensivo é prioridade absoluta na preparação do Londrina, pela imensa preocupação com Nicolas. Ordem do técnico Alemão aos seus jogadores e o plano tático são para impedir os cruzamentos.

* Zagueiro azulino Fredson é recordista de expulsões na temporada do futebol paraense. Recebeu cartão vermelho em jogos contra Carajás, Paysandu e Ypiranga. No primeiro ainda era titular, no segundo e terceiro já era reserva.

* As voltas que a bola dá! Brigatti foi escorraçado do Paysandu e chamado de volta. Matheus Anderson foi descartado por Brigatti na Ponte Preta. Agora, Brigatti recupera Matheus Anderson no Papão. Casos de perdão bem sucedido!

* Mesmo fora de forma, como provável opção para o segundo tempo, Eduardo Ramos eleva a esperança dos azulinos para o jogo de Erechim. O jogador já falava na pré-temporada, em dezembro/janeiro, que trabalharia pelo acesso para ter o prazer de defender o Remo na Série B, em mais um contrato.

* Com as pontuações que têm (Remo 7, Paysandu 6), se estivessem em grupos diferentes, como líderes, os dois times paraenses estariam em posição de finalistas para a decisão do título. Como estão no mesmo grupo, pode ser que decidam quem vai à final contra o campeão do outro quadrangular, que, agora, é o Ituano.

Carlos Ferreira
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CARLOS FERREIRA