Carlos Ferreira

Jornalista, radialista e sociólogo. Começou a carreira em Castanhal (PA), em 1981, e fluiu para Belém no rádio, impresso e televisão, sempre na área esportiva. É autor do livro "Pisando na Bola", obra de irreverências casuais do jornalismo. Ganhador do prêmio Bola de Ouro (2004) pelo destaque no jornalismo esportivo brasileiro.

ANÁLISE: Leão, campeão na superação

Carlos Ferreira

Dos quatro semifinalistas do Parazão, o time com maior potencial pra ser campeão (Paysandu) foi quarto, o mais arrumado (Bragantino) foi terceiro, o segundo mais arrumado (Independente) foi vice e o mais complicado tática-tecnica-fisicamente (Remo) foi campeão. Prevaleceu a atitude! Campeão na superação!

O Leão foi muito aplicado e fez prevalecer a força coletiva, com a liderança dos maia "cascudos", como Yuri (jogou muito), Jansen, Packer e o "paredão" Vinícius. Todos guiados por Márcio Fernandes, que foi mais costureiro do que treinador. De remendo em remendo o Remo fez um time determinado, que se impôs na bravura diante do também valente Independente. 

O título não esconde as limitações do time azulino para o desafio que terá na Série C. Mas os primeiros reforços já estão em Belém para um "upgrade" providencial. 

Parabéns, nação azulina, pelo 46° título estadual.

Carlos Ferreira