Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

ABNER LUIZ

Ex-atleta de futebol, publicitário, radialista, jornalista, pós-graduado em Marketing pela FGV e jornalista esportivo no Pará há mais de 20 anos. Fez duas coberturas de Copa do Mundo.

Prêmio milionário prometido

Abner Luiz

Os jogadores e membros da comissão técnica do Paysandu tiveram um aditivo no prêmio pela classificação para o quadrangular e já existe a promessa de um prêmio que, somado o dos jogadores com a do treinador, poderá chegar aos 1.5 milhão de reais. Esse dinheiro já é o da participação da Série B, que chegará com a conquista, já que no caixa do clube não existe esse recurso. O que entrar de bilheteria daqui para frente será para manter o clube com o pagamento de salários, dívidas em atraso e despesas mensais para manutenção. Mas nada impedirá, como afirma o presidente, que no desenrolar do quadrangular abnegados façam uma vaquinha e engordem mais ainda o prêmio. O acesso, para o presidente, não tem limite.

Ficou combinado!

Na reunião entre jogadores, comissão técnica e dirigentes, tudo acertado em relação a premiação. A fala é de que será outro campeonato e a importância que vai ter o foco e comprometimento na reta final - e, claro, o pagamento da premiação e inclusive salários. Mas algo ficou bem claro: o pedido da diretoria para que os jogadores e comissão técnica, quando perguntados do trabalho, elogiem a diretoria. Incomoda o fato de só o treinador e o executivo serem cortejados por torcida e imprensa e, os dirigentes, serem “esquecidos”. Daí nasceu a ideia do presidente aparecer em coletiva para falar da classificação. Internamente, na Curuzu, existe o comentário de jamais ter ocorrido de um time dar certo e não aplaudirem a direção.

Um temporada regular

O Paysandu, em 2022, até o momento, fez 35 jogos, só perdeu 7 vezes e só em uma partida foi derrotado na Curuzu. No início da temporada só tinham seis jogadores no seu elenco e, o que é mais surpreendente, manteve o mesmo treinador por toda a temporada. Mesmo não obtendo o título paraense, mesmo perdendo o título dentro do seu estádio, mas sem derrota para o rival. Márcio Fernandes não chegou sozinho e foi entrando no clube, foi contratado pelo presidente, daí muitos não entenderem dentro do clube o motivo do presidente não ser citado nesse momento positivo. Hoje o Paysandu começa um outro campeonato, tem time, tem ambiente, tem apoio e dinheiro para passear no grupo e subir para a Série B. Mas isso é o famoso futebol.

Apito final

Paysandu e Mirassol tem os dois melhores jogadores da Série C. O Paysandu tem o José Aldo e o Mirassol conta com o Camilo como camisa 10. Muito do que esses times podem fazer no quadrangular passará por eles.

O Vitória da Bahia é um time que cresceu na reta final do campeonato, trouxe logicamente a torcida com o time, vivendo uma atmosfera de time favorito para conseguir uma vaga. A estreia no Barradão combina com tudo isso.

Márcio Fernandes não é perfeito, por isso errou quando não rodou o time nos dois últimos jogos da primeira fase para criar entrosamento e saber com quem contar. Principalmente com os que chegaram. Mas ele sabe o que faz.

Abner Luiz
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM ABNER LUIZ